Dicas de Viajantes

Morro de São Paulo - Vista do Mirante antes da Segunda Praia
Guia da Cidade Hotéis e Pousadas Aluguel por Temporada Envie sua dica
Filtrar por categoria
Em destaque
Mais recentes

"Restaurante Maravilhoso"

Enviada por VIVI

Foi com amigos em Março/2019 e achou Excelente!

Quem vai a Morro de São Paulo não pode deixar de conhecer o restaurante Bella Vida. Fica logo no início de uma pequena rua na terceira praia. Cardápio variado, diversas promoções, atendimento de primeira e comida farta e de sabor excelente. A Jamile e o Leo são muito simpáticos, assim como toda a equipe. Não vejo a hora de voltar a Morro só para ir novamente a este restaurante maravilhoso.

"Barulho, muita musica alta sem parar!"

Nina

Enviada por Nina

Foi a dois em 2019 e achou Ruim

Olá! Com tristeza estou conhecendo Morro de São Paulo (jan/2019). Um barulho infernal! Música o tempo todo, dia, noite e madrugada, nas alturas, vindo dos bares, dos barcos, das mochilas... Que horror! Que tipo de público se esperam trazer com esta bagunça??? Para ter um pouco de silencio preciso de me trancar no quarto e ligar o ar condicionado! Barulho do mar? Nem pensar!

Na entrada, paguei R$ 15,00 de contribuição e havia uma placa alertando sobre a lei do silencio. É uma brincadeira, né? A lei é para ser desobedecida e o turista iludido?

Além disso, destaco que a poluição sonora pode ser um crime ambiental! Com certeza a perda será não somente financeira, mas também para os animais que aqui vivem.

Atenciosamente
Nina
21/01/2019

"O melhor dinheiro gasto da minha vida!!!"

Enviada por Alessandra Gomes Houdjakoff

Foi sozinho em 2019 e achou Excelente!

Vista do Mirante antes da Segunda Praia
Vista do Mirante antes da Segunda Praia Enviada por Alessandra Gomes Houdjakoff
Aproveitei muitas das dicas dadas aqui no site, por isso resolvi fazer um relato breve da viagem, inclusive atualizando algumas das informações disponibilizadas aqui. 

Sem sombra de dúvidas é o lugar mais lindo que já visitei até hoje. As praias que podem ser movimentadas ou quase desertas tem águas super claras, quentes, piscinas naturais (na maré baixa) e peixinhos que podem ser vistos sem a necessidade de equipamentos (se tiver, vale a pena levar).

1. Fui de ônibus até Valença e lá optei por uma lancha até Morro de São Paulo, pois já estava cansada da viagem, foram 24 horas dentro de ônibus. O valor da lancha foi R$ 25,00. Na volta quando fui embora optei pelo barco + ônibus no valor de R$ 12,00, mas acabou sendo melhor porque o ônibus que pega após o barco me deixou próxima da rodoviária e não precisei pagar taxi.

2. A alimentação não é tão cara assim, um prato executivo estava custando de R$ 19,00 a 25,00 dependendo da carne, no entanto se quiser comer peixe e frutos do mar vai ter que desembolsar uma grana a mais. 

Na ilha tem mercados, lanchonetes e também muita gente vendendo salgados/pães na rua a preço acessível. Comi o acarajé da Rua da Fonte Grande é muito bom! As tortas do Café Caramelo são uma delícia! E a comida do famoso Papoula não achei lá essas coisas, na verdade achei sem tempero e praticamente tive que brigar com as moscas do local pra comer.

3. Faça o passeio de volta a ilha vale muito a pena, mas confirme com a empresa o horário de saída, pois marcam 9:00 e acabam saindo mais de 10:00 e dependendo da maré esse atraso acaba prejudicando a visita das piscinas naturais, principalmente de Morerê porque quando chega lá a maré já está alta. Paguei R$ 180,00 (bem acima do valor que estavam cobrando na baixa temporada), o passeio dura o dia todo e foi bem proveitoso. Aqui vale a pena alugar um snorkel se você não tiver levado.

4. Veja o pôr do sol em Gamboa foi o mais lindo e achei melhor que assistir do mirante que fizeram próximo ao farol.

5. Separe um dinheiro para as lembranças de lá, isso custa mais caro que em outros lugares como Porto Seguro por exemplo.

6. De hospedagem recomendo o Hostel Escorregue no Reggae, pessoal atencioso, café da manhã bem servido, e sempre que o quarto estava precisando de uma limpeza tínhamos nosso pedido atendido. Fiquei em quarto compartilhado feminino com 6 camas.

No mais, vá preparado para andar bastante, subir ladeiras e curtir muita praia!

"Como Chegar?"

Enviada por Marcelo Salomao

em 2018 e achou Excelente!

Enviada por Marcelo Salomao
Viajei a Morro de SP no dia 11/10/18 e voltei no 16/10/18. Tudo que eu pude ler nos fórum de viajes sobre como chegar á Morro de SP eu li, descartei logo de cara a opção aéreo em razão do preço (400/Pessoa) no aviãozim teco teco. 

Outra opção seria semi terrestre onde vc vai de carro, transfer, ônibus e contorna toda orla da Bahia de Todos os Santos até chegar em Itaparicá ou Valença pra daí pegar embarcáção ( lanchinhas pra travessia curta de cerca de 30 min ). Descartei também essa pissibilidade pois é muito demorado todo o processo, 3h e 30 min se tudo correr bem( trânsito, atrasos, etc...uns 200km de ). 

Eu sou muito objetivo, optei por ir direto, sem paradas, sem estress, e a única embarcação que faz o trecho Salvador - Morro de SP são os CATAMARÃS da empresa BIOTUR. Preço tabelado 97,00 pessoa. Eu vou vomitar, eu vou passar mal, eu vou desmaiar, eu não vou dar conta dessa travessia!!!!!!! Mas eu vou direto, e fui. 

Não me arrependi nem um pouco, parecia que eu estava numa rede, pra lá e pra cá, os 15 min iniciais mexe com seu psicológico, mas depois é divertido e super agradável. Até cerveja eu tomei depois de 1h de viagem percebi que eu estava superbem e comecei a biritar. Tomei umas 3 cervejas. Bom, excelente experiência. Mas eu tbm fiz minha parte, na noite anterior eu fiz uma alimentação super leve hidratei muito, no dia da viagem eu deixei meu estômago quase vazio, viajei as 9h, horário excelente devido ao Sol não está tão forte e o clima fica agradável dentro da embarcação. 11h atracamos em Morro de SP.

A volta foi de Catamarã Biotur direto também. Saímos às 11:30h e às 13:30h atracamos em Salvador.

Em Morro de SP eu recomendo caminhar pela praia. Fizemos muitas caminhadas, a maior foi de 15 KM. Vc pode sair da Primeira praia e ir caminhando até a Praia do Encanto, além de se exercitar, vc deslumbra cenários maravilhosos. 

Outra caminhada é saindo da primeira praia e ir até o vilarejo de Gamboa 5km na maré baixa e voltar de barquinho 5 reais. Eu fui e voltei andando mesmo. Além disso vale conhecer o Forte, o Farol, a Tirolesa e durante a noite desfrutar das inúmeras opções de bares e restaurantes. Valeu, até a próxima viagem!!!!!!

"Dicas como chegar e o que fazer em Morro de SP"

Enviada por Keythiane

Foi a dois em 2018 e achou Excelente!

Pôr do Sol
Pôr do Sol Enviada por Keythiane
Estivemos em Morro de SP set/2018, a ilha é realmente maravilhosa como nas fotos.

Para chegar é um pouco trabalhoso, mas vale a pena. Nós optamos pelo trajeto semi-terrestre por conta própria. Pegamos um ferry-boat do terminal São Joaquim, em Salvador, e fomos até o Terminal Bom Despacho (1 hr). 

De lá saem ônibus, mas optamos por pegar um táxi e combinamos um valor fechado de R$ 200, a viagem dura 1:30 h até o Atracadouro Bom Jardim (Valença). Do atracadouro saem lanchas rápidas a cada meia hora p/ Morro, que gastam 15 min o trajeto. Gastamos 3 horas de viagem, o mesmo tempo da viagem de Catamarã.

A ilha é bem preservada, não há transporte, então prepare-se para andar a pé para todos os lados. Observe também a tábua de marés para os passeios e para aproveitar determinadas praias.

A Segunda praia é a mais badalada, com melhor estrutura de barracas. A Quarta praia na minha opinião, é a mais bonita, mais tranquila onde há a formação das piscinas naturais e muitos peixinhos ao redor.

O passeio Volta a Ilha é um espetáculo. Passa pelas piscinas naturais. Assistimos ao pôr do sol de lancha no meio do mar, foi maravilhoso. O pôr do sol, aliás, é um momento mágico, é o mais lindo que já vi e tem vários locais preparados p/ isso. Toca do Morcedo, Pousada Passargada, Hotel Portaló, Mirante do Forte.

A noite é bem agitada, tem várias festas, barzinhos com shows.

Opte por restaurantes no Caminho da Praia ou na Vila, se quiser economizar, há pratos executivos a partir de 20,00.

"Comida Sem Graça"

Enviada por VIVI

Foi com amigos em Março/2019 e achou Ruim

Vc vai a esse restaurante que fica na Pousada Girassol achando que comerá uma massa parecida com a do Spolleto, mas se decepciona. Massa sem sabor, de pouca qualidade. Não é caro, mas não vale a pena.

"Restaurante Péssimo"

Enviada por VIVI

Foi com amigos em Março/2019 e achou Péssimo

Restaurante péssimo. Comida horrorosa. Atendimento amador. Banheiro imundo. As fotos dos pratos na fachada enganam bastante. Os preços não são caros, mas a qualidade é péssima. Pedi um frango ao catupiry, veio uma gosma rosada parecendo vômito e o arroz sem sabor, parecia velho. Péssima experiência.

"Como chegar e se virar"

Yuri Karlo Barbosa de Caldas

Enviada por Yuri Karlo Barbosa de Caldas

Foi com a família em 2018 e achou Excelente!

Morro de São Paulo é um passeio que estava na nossa mira há muitos anos. Finalmente fomos e adoramos tudo que vimos... 

Na Primeira Praia o mar é um pouco mais agitado, ideal para o surf e mergulho, onde vc encontra o pouso do salto da tirolesa, mas a nossa favorita foi a Segunda Praia, que é cercada por um recife, com pequenas ou quase nenhuma onda, ideal para as crianças, na orla você encontra vários quiosques, bares e barracas que servem de petiscos a pratos mais elaborados, com um som ao vivo na medida e aquele sol maravilhoso.

Mas se procura por tranquilidade absoluta visite a Gamboa e coma a moqueca no Restaurante Sol & Verão, vai ser muito bem atendidos pelo Guilherme (gente boa)... para a hospedagem sugiro o conjunto Casas Coloniais, espaço aconchegante, limpo e bem localizado, atendimento mais que especial do Cláudio, Não posso me esquecer das cocadas da dona Dina no centrinho a noite e principalmente do espetáculo que é o por do sol na marina... pessoal como esse espaço aqui já me ajudou bastante a planejar os nossos passeios Brasil a fora, preciso retribuir também com algumas dicas importantes para quem vai visitar o Morro de SP pela primeira vez:

Dica 1: essa é para quem vai de carro, como nós fomos, partindo ou passando por Brasília-DF, para encurtar a distância em cerca de 80 km, vá pela BR-020 até ao Posto Rosário, pegue a BR-349 passe por Correntina e siga até Santa Maria da Vitória, no entrocamento pegue a BR-172 siga até Javi e pegue a BR-242 que liga você na sequencia a Ibotirama, Seabra, Itaberaba, Castro Alves e Santo Antônio de Jesus até a BR-101, siga por ela e saia para a BR-542 sentido Guerem/Valença... viagem tranquila, atenção e muito cuidado com as curvas, principalmente entre Ibotirama e Seabra (são curvas mesmo)...

Dica2: antes de entrar em Valença, siga para o Atracadouro Bom Jardim, seu carro vai ficar bem guardado em um estacionamento coberto, pelo custo da diária R$ 15,00 (quinze reais), podendo ser negociado conforme os dias que irão ficar, contatos: (75) 99962-0609 / (75) 99742928 / (75) 9857-3428, essa dica é importante porque encurta a distância da travessia e dimunui o custo, já que em Valença dizem que cobram até R$ 25,00 (vinte e cinco reais) pela mesma diária, podendo ter que deixar seu carro em um estacionamento sem cobertura,

Dica3: a escolha pelo Atracadouro Bom Jardim como eu já disse vai te deixar mais próximo e mais barato pela travasseia, cerca de 20 a 25 minutos de lancha rápida pelo custo de R$ 18,00 (dezoito reais), por pessoa, enquanto em Valença pode custar cerca de R$ 25,00 (vinte e cinco) reais a travessia, por pessoa,

Dica4: na bagagem leve só o necessário, malas a mais resultam em maior gasto pelos carregadores, que utilizam carrinhos mão e cobram da marina à pousada R$ 15,00 (quinze reais) por mala, lembrando ainda que é cobrada também uma taxa de manutenção de R$ 15,00 (quinze reais), por adulto, crianças pagam meia,

Dica5: para quem quer economizar na praia leve uma pequena bolsa térmica para a água, os sucos o refrigerante e a cerveja, que podem ser compradas no supermercado por preços mais acessíveis,

E, por fim, é claro que ném tudo são flores, meu destaque negativo vai para a exploração de alguns carregadores, que em morro, logo na recepção, sinaliza com uma exploração que chega a assustar, porque no atracadouro bom jardim os carregadores são justos, levam todo o carrinho abarrotado de bagagens pelo preço único de R$ 15,00 (quinze reais) valor cobrada na marina do morro, por uma única mala, mas isso, ném de longe tira o brilho e a beleza de Morro de São Paulo, basta ajustar que você vair ter um dos melhores passeios da vida, pretendemos voltar, logo logo,

Espero ter ajudado, boa viagem e bom passeio.

"4 Dias em Morro"

Jorginho Couri

Enviada por Jorginho Couri

Foi a dois em 2018 e achou Excelente!

No primeiro dia chequei a tarde entao dei uma volta rapida na cidade pra conhecer as praias.

No segundo dia fui pra gamboa (Paredao de argila), praia muito boa, dica muito importante: va ate o cais e pegue um barco de pescador normal eles cobram 5 reais por pessoa é muito mais em conta ja q as agencias, que cobram 50 reais por pessoa e é uma distancia bem pequena.

Chegando la fui no paredao de argila e depois fiquei no quiosque de boa na gamboa, que oferece mesa e cadeira, caiaques e stand up gratuitos desde que consuma alguma coisa por la. Na parte da tarde, fiquei na 4 praia em morro (fantastico) praia muito boa e longe do agito da 2 praia.

Terceiro dia fiz o passeio de volta a ilha que vai ate boipeba, é caro pelo que é o passeio porem é o principal passeio la e nao tem como vc nao conhecer o principal passeio do local. Primeiro vai nas piscinas naturais de morere, depois para na lagosta do guido pra comer, porem, todos no barco concordamos em parar em um quiosque proximo onde a lagosta é igual a do guido so que mais barata (guido 155 reais a lagosta e comemos a 125 reais).

Quarto dia - amanheceu chuvoso entao ficamos em um quiosque na 2 praia, onde almocamos e ficamos na beira da praia.

Dicas - a coisa mais importante no nordeste em si é a tabua de mare, a praia muda completamente de acordo com a mare, o ideal é de 0,4 pra baixo. Se a mare for esta alta, adie a sua viagem, vai por mim.

"Dicas sobre como chegar e sair de Morro e passeios"

Enviada por Esdras Paiva

Foi sozinho em 2018 e achou Muito bom

Fui para Morro durante a crise dos combustíveis em 2018 (28/5 a 01/6). Ao chegar no aeroporto, descobri que apenas a Cassi Turismo realizava o transporte para lá. Como não queria ficar me preocupando com transporte, acabei fechando com eles, que me disseram que estavam realizando apenas o semiterrestre, pois o catamarã direto para Morro estava suspenso por conta dos ventos (mar agitado). 

Eles nos levaram para a agência da Cassi perto do terminal marítimo e ficamos esperando lá por umas 3 horas até pegar a balsa que ia para Itacaré (mais uma espera). De lá, pegamos o ônibus que nos levou até Valença para pegarmos a lancha e, na estrada, pegamos uma manifestação pequena (durou uns 20 minutos). A viagem toda até Morro durou umas 10 horas (!). 

Na volta, fui de Catamarã direto de Morro para Salvador, a viagem durou 2 horas e 15 minutos, suuuuper tranquila, rápida. E se você não comeu muito ou algo pesado, é super sensível num barco, e dá o azar de pegar o mar superagitado (traduzindo: vá por este transporte) é o melhor meio de transporte entre Salvador e Morro. 

Recomendo não fazer o semiterrestre, a menos que você goste de ficar horas se locomovendo, tendo dor de cabeça com a enrolação que as transportadoras realizam com você (ela faz esperar em diversos trechos do percurso até eles completarem as vagas para realizar o transporte, pois assim ganham mais).

Resumindo: vá do aeroporto para o terminal marítimo de Uber pool ou rache com pessoas que tb vão para lá, paguei 15 reais o percurso com 2 pessoas. Lá, pague e pegue um barco direto para Morro (além dos oficiais, parece que tem uns barcos paralelos. Você gasta 96 reais e chega em 2 horas) e pronto. 

Nos passeios, recomendo você fazer primeiro a volta à ilha (de lancha - 130 reais), pois este passeio te dá uma visão geral de morro de são Paulo. Depois, você escolhe os melhores lugares para ficar mais tempo. 

Recomendo também, caso esteja na estação chuvosa, que você faça o passeio para Garapuava de jipe (uns 40 minutos), é bem legal, aventura e você atravessa rios, manguezais e áreas alagadas (custa uns 60 reais).

Sobre a época, fui na chuvosa (começa em abril e vai até início de setembro), não recomendo, a água do mar fica muito turva e venta muito. Se puder, vá em outubro, pois ainda não tem muuuitas pessoas, os preços não estão absurdamente altos, as chuvas já pararam (termina em agosto/começo de setembro) e a temperatura não está excessivamente quente.

Não viaje na alta temporada (meio de dezembro a março), tem excesso de gente, preços muuuuito altos, as atrações naturais estão lotadas, etc, pelo menos foi isso que os moradores/trabalhadores de lá me passaram de recomendação.
Mais dicas

Envie sua dica

Copyright 2000-2019 Férias Brasil©