• Trekking. Imperdível! Trekking. Imperdível!
    Enviada por Guto
Por Editoria Férias Brasil
Uma das trilhas mais procuradas da região é a que parte de Lençóis em direção ao Vale do Capão. São 24 quilômetros percorridos em sete horas de caminhada leve e com belos visuais, passando por cânions, serras e quedas d'água. Uma dica é pernoitar nas simpáticas pousadas do povoado do Vale do Capão, e no dia seguinte visitar a cachoeira da Fumaça, a um quilômetro. Também faz sucesso o caminho de nível médio que liga o morro do Pai Inácio a Lençóis. São 15 quilômetros cortando áreas de garimpo, vencidos em quatro horas.

Os mais experientes não abrem mão da trilha do Vale do Pati, travessia que liga o Vale do Capão a Andaraí. O trekking de 70 quilômetros dura cinco dias e é considerado o mais bonito do país, com altitudes que chegam a 1.400 metros. Entre uma paisagem panorâmica e outra, grandes platôs, muitos morros, vales escarpados, cerrado, resquícios da Mata Atlântica, riozinhos e cachoeiras. A cachoeira do Funil, o mirante do Cachoeirão (o mais impressionante da Chapada) e a subida (bastante puxada) ao Morro do Castelo costumam estar presentes em todos os roteiros que levam ao vale. A aventura inclui ainda pernoites na casa de nativos, com direito a refeição caseira, luz de lampião e muitos "causos". 

Para quem não tem tanta disposição ou preparo, mas gostaria de apreciar algumas paisagens da travessia, a dica é o trekking Vale do Capão-Guiné: o roteiro guiado de sete a oito horas (24km) é quase igual ao primeiro dia do trekking do Vale do Pati, com direito a belos mirantes. Na chegada em Guiné, os paredões imensos que acompanhavam o percurso vão dando lugar a um suave declive. Uma outra opção é a caminhada Guiné-Cachoeirão, que pode durar dez horas. Já para os mais lights, a dica é a caminhada Guiné-Mirante da Rampa do Pati, que dura horas e ermina no belo mirante. 


Mais informações e atrações da Chapada Diamantina

Copyright 2000-2019 Férias Brasil©