Rio x Santos (RJ-SP)

A estrada que liga o litoral fluminense ao litoral paulista soma 457 quilômetros de pura beleza. E, embora os motoristas tenham outras opções de rodovias mais rápidas para percorrer o caminho, a Rio x Santos continua sendo a preferida de quem não abre mão de lindas paisagens à beira-mar. E ainda tem mais: a estrada dá acesso a cidades como Ubatuba, Guarujá, Ilhabela, Paraty e Angra dos Reis.

Serra do Rio do Rastro (SC)

Fora do inverno, neve não vai rolar na paisagem, mas que tal seguir de Bom Jardim da Serra para Lauro Muller e subir a Serra do Rio do Rastro, cortada por uma estrada tão sinuosa quanto linda, de 15 quilômetros e salpicada de mirantes? A altitude chega a 1.460 metros e, em dias de céu limpo, descortina cadeias de montanhas, vales e até mesmo o mar!

Estrada Real (MG, RJ e SP)

Os fãs de história e arquitetura antiga são os que mais apreciam a rota formada por caminhos abertos no século 17, durante o ciclo da mineração, para facilitar o trajeto entre as Minas Gerais e os portos do Rio de Janeiro. São mais de 1,6 mil quilômetros de estradas que passam por cidades dos dois estados e também por São Paulo. Entre elas, Diamantina, Cunha e Paraty.

Transpantaneira (MT)

A melhor maneira de apreciar as belezas do Pantanal de um jeito prático, porém, sem perder nenhuma de suas maravilhas, é percorrer a Transpantaneira. A estrada de 145 quilômetros liga as cidades mato-grossenses de Poconé e Porto Jofre. O limite de velocidade é de 60 km/h, regra que permite admirar as variadas paisagens que surgem ao longo do caminho.

Linha Verde (BA)

A estrada compreende um dos trechos da BA-099, rodovia que liga a região metropolitana de Salvador ao litoral norte do estado. Com 217 quilômetros, a Linha Verde vai da Praia do Forte à Mangue Seco, na divisa com Sergipe. Ao longo do caminho, paradas perfeitas em destinos como Arembepe, Imbassaí, Sítio do Conde e Costa do Sauípe. Axé!

Costa dos Corais (AL)

Esqueça a BR-101 e se embrenhe pelas belas estradinhas estaduais litorâneas como a AL-436, conhecida como Rota Ecológica. Pelo caminho fotogênico, impossível não parar nos vilarejos como Passo de Camaragibe e São Miguel dos Milagres. Em Porto de Pedras, pegue uma balsa para atravessar o rio Manguaba e chegar na linda Japaratinga, vizinha de Maragogi.

Rota Romântica (RS)

Uma das maiores rodovias do Brasil, a BR-116 corta também o Rio Grande do Sul. No trecho que vai de Porto Alegre a Nova Petrópolis, a estrada é cercada por paisagens bucólicas, típicas da região dos vinhedos, emoldurada por hortênsias e plátanos que mudam de cor a cada estação. Pelo caminho, restaurantes, pousadas e hotéis, explicam o porquê da região ser batizada de Rota Romântica.

Rota do Sol (RN)

Com apenas 53 quilômetros de extensão, a Rota do Sol abriga paisagens incríveis, fazendo uma síntese das maravilhas do litoral do Rio Grande do Norte. A estrada começa na praia de Ponta Negra e termina em Barreta, pequena cidade litorânea do estado. Pelo caminho ficam as praias de Pirangi, Cotovelo e Búzios, com dunas, lagoas, falésias, coqueirais...

+ Especiais do Brasil
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.