Viagens em alta para 2019

Tendências apontam destinos que vão fazer (ainda mais) sucesso
06 de Dezembro de 2018

Pai e filho se preparam para o banho de rio Pai e filho se preparam para o banho de rio (foto: Chico Valdiner - GECOM MT)

O comportamento dos viajantes acompanha uma série de tendências sociais, de consumo e de informação. Uma pesquisa mundial apontou os hábitos e prioridades do público na hora de escolher para onde viajar no próximo ano. Entre as características dos destinos a serem buscados estão aqueles ainda pouco explorados. Também ganham pontos os que oferecem uma culinária autêntica, história e cultura ou troca de experiências e vivências. 

Confira as atrações brasileiras que se encaixam nesse novo perfil. Prepare as malas e boa viagem!  

Destinos inexplorados e histórico-culturais
Enquanto cidades grandes e tradicionais estão enfrentando a superlotação de turistas no mundo inteiro, destinos de natureza menos concorridos e ainda pouco explorados têm encantado os viajantes, assim como locais históricos e culturais. No Brasil, a Chapada das Mesas (MA) e o distrito de Bom Jardim (MT) caem como uma luva para quem busca natureza intocada. 

No quesito história e cultura, Olinda (PE), Paraty (RJ) e Tiradentes (MG), apesar de bastante famosos, enchem os olhos de brasileiros e estrangeiros por tantos excelentes motivos – dos detalhes das igrejas à boa mesa, além dos encantadores eventos que costumam sediar.
 
Tacacá - prato é consumido quente, mesmo no verão!Tacacá - prato é consumido quente, mesmo no verão! (foto: Jean Barbosa - Embratur)

Turismo culinário autêntico
Ainda está na moda a procura por "pratos bonitos", que geram muitas curtidas no Instagram. Mas também está crescendo a tendência por uma gastronomia mais autêntica, com ingredientes regionais. Sem contar a busca por experiências locais, convidando a apreciar a comida de rua, consumida pelos moradores. 

Nesse ramo, Belém (PA) e Manaus (AM) dão show, com seus restaurantes de alta gastronomia somente com produtos típicos e peixes da Amazônia. E, claro, oferecem barraquinhas de tacacá e açaí em cada esquina, além de mercadões perfeitos para degustar de um tudo! 

Capoeira é uma das atraçõesCapoeira é uma das atrações (foto: Marcelo Isola)

Experiências e vivências
Conhecer uma aldeia indígena, viver o dia a dia de uma fazenda ou, ainda, participar de atividades exotéricas. Experiências e vivências durante uma viagem também estão em alta. 

Por aqui, as aldeias indígenas de Porto Seguro (BA) e Campo Novo do Parecis (MT), podem ser visitadas, com direito a participar de diversas atividades do cotidiano. Em Paraty (RJ), é possível vivenciar a rotina em um Quilombo; enquanto as fazendas do Vale do Café (RJ) convidam a participar da lida, que vai da colheita de produtos orgânicos à alimentação dos animais. E ainda tem saraus, apresentações de capoeira e banquetes que remetem ao período dos barões. Na Chapada dos Veadeiros (GO), espaços oferecem meditação, ioga e massagens, entre outras terapias focadas no bem estar.   

Diversão não tem idade!Diversão não tem idade! (foto: Divulgação Hot Park)

Viagem multigeracional
O turismo em família não é uma novidade, mas o que se percebe agora é o aumento das viagens multigeracionais. Não se trata apenas dos pais viajando com os filhos, mas também os avós com os netos, ou tios e primos de diferentes idades. Na hora de escolher o destino, entram em cena a acessibilidade e a oferta de atividades em grupo e opções ecléticas.

Os parques temáticos, como Beach Park, em Fortaleza; o Hot Park, em Caldas Novas (GO) e Beto Carrero, em Penha (SC), são boas opções por oferecem atividades e atrações que podem ser curtidas por famílias inteiras. Sem contar que estão próximas de cidades que oferecem outros atrativos. De Beto Carrero, por exemplo, é fácil de se chegar a Balneário Camboriú (SC), com praias para todos os gostos, mesmo caso da capital cearense. 



Compartilhe:
Veja também
Escolha seu destino
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2018 Férias Brasil©