Boas maneiras rimam com uma ótima viagem

Educação e respeito são regras também na hora de viajar!
06 de Maio de 2019

Janela do Céu: cartão-postal do Parque Estadual do Ibitipoca Janela do Céu: cartão-postal do Parque Estadual do Ibitipoca (foto: Leonardo Costa)

Ter bom senso durante uma viagem é a regra número um para não pagar mico, passar por constrangimentos ou ser visto como um turista “sem noção”.  Respeitar os costumes do destino que será visitado e seguir regras básicas de educação são fundamentais, desde o embarque até a hora de entregar as chaves do hotel ou do carro alugado.

Listamos alguns comportamentos que devem ser evitados ou praticados ao longo da viagem, aí incluídos vestimentas adequadas e respeito às filas. 

Selfie
Em alguns atrativos, a fila para fazer uma selfie com determinado cenário ao fundo costuma ser longa, ainda mais em períodos de férias ou feriados. Entre eles estão o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro (RJ); a cachoeira Janela do Céu, em Ibitipoca (MG); e a Pedra Furada, em Jericoacoara (CE). 

Por conta disso, nada de obstruir a visão ou o acesso de quem chegou até ali apenas para curtir o visual - não fique refém de fazer uma foto com o clique perfeito, atrapalhando a paisagem e sequer apreciando o que realmente o lugar tem de mais interessante.

[FBFOTO:861360595]

Roupas  
Use vestimentas apropriadas em templos religiosos – evite shorts, camiseta cavada, roupas de banho... Elas são sinal de desrespeito com o local. A regra vale até para destinos mais “descolados”, como Salvador (BA). Nada de entrar nas igrejas do Pelourinho com trajes de praia! 

Já no campo oposto, ao visitar uma praia de nudismo, como Tambaba (PB), por exemplo, respeite as regras. O espaço é exclusivo para os adeptos do naturismo. Se essa não é a “sua praia”, siga para outra e nada de forçar a barra para entrar em um ambiente somente por voyerismo.  

Igreja São Francisco de Assis: linda por fora e magnífica por dentroIgreja São Francisco de Assis: linda por fora e magnífica por dentro (foto enviada por Gisele)

Filas
Não fure filas, especialmente quando estiver visitando parques, museus ou atrações concorridos. A não ser, é claro, que tenha adquirido o direito de encurtar os caminhos, com os passes expressos, como os vendidos pelo Bondinho do Pão de Açúcar (RJ).

Barulho
Ao visitar igrejas, museus, sinagogas e espaços culturais, faça silêncio, fale baixo e deixe o celular no silencioso. O barulho em excesso pode arruinar a experiência de outras pessoas em ambiente indicados para reflexão ou apreciação de obras de arte. 

Natureza
Em parques naturais, não colha flores ou frutas, não retire pedras do lugar, nem toque em corais, caso haja sinalização proibindo. Além de uma bronca, você pode ganhar uma multa de presente.

Orquídeas são estrelas na primaveraOrquídeas são estrelas na primavera (foto: Divulgação )

Educação
“Bom dia”, “obrigado” e “por favor”, são palavrinhas gentis que podem abrir portas e sorrisos, seja numa padaria em Caraíva (BA) ou em um hotel estrelado em São Paulo (SP). Viajando para outros países, não custa nada aprender a como dizê-las na língua local. 

No avião
Da bagagem de mão ao desembarque, é sempre bom ficar atento para não ter problemas com outros passageiros. Respeite as regras e leve somente uma bagagem de até 10 kg e um item pessoal (uma bolsa ou mochila). Cuidado com sacolas, mochilas e bolsas grandes que vão acabar sendo acomodadas embaixo da poltrona. 

Respeite os passageiros da poltrona a sua frente e também na cadeira logo atrás. Evite movimentos bruscos com as pernas, que sempre resultam em joelhadas nas costas do assento. Na hora da refeição, retorne a poltrona à posição vertical para não atrapalhar o lanche quem está atrás de você

Escolha seu lugar, se for possível, de acordo com suas necessidades. Vá de janela se você consegue dormir nos voos. Caso contrário, se você gosta de andar e vai ao banheiro com frequência, tente ir no corredor. E caso queira trocar de lugar, consulte os comissários antes. Eles também devem ser acionados se houver desentendimento com outros passageiros. 

E, por último, espere o avião parar para levantar! Apesar da vontade de desembarcar logo, fique sentado até que o avião esteja totalmente parado. Enquanto ele estiver taxiando, ainda há risco de haver algum movimento brusco. 


Compartilhe:
Veja também
Escolha seu destino
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2019 Férias Brasil©