Hora de programar as viagens de outono!

Onde é melhor curtir o outono, o inverno e a primavera Brasil afora?
09 de Março de 2022

Calçadão de Ponta Verde, em Maceió, é perfeito para caminhadas à beira-mar Calçadão de Ponta Verde, em Maceió, é perfeito para caminhadas à beira-mar (foto: Luiz Eduardo Vaz - Arquivo Setur AL)

Levando em conta fatores como clima e agenda de eventos, selecionamos destinos nacionais para facilitar na hora de programar escapadas nas redondezas ou férias bem longe de casa!  

Abril 
Passada a temporada de chuvas, que vai de dezembro a março, a Chapada dos Guimarães (MT) recebe abril coberta pela mata verde e com um bom volume em seus rios e quedas d’água, como a famosíssima Véu da Noiva e as do Circuito das Cachoeiras. Outra vantagem climática do mês é o fato de ainda estar longe do auge da temporada seca, de julho a outubro, quando o risco de incêndios é maior. Em abril, teremos feriadões: Páscoa e Tiradentes. 

Maio
O calendário de Bonito (MS), também é regido pelas chuvas do verão. Em maio, começa a estação da seca, o que significa menos água caindo e maior visibilidade nos rios e lagos. Outra vantagem é estar na baixa temporada.

Junho
As festas juninas podem ser a desculpa perfeita para um roteiro pelo interior da Paraíba. Na região do Agreste, nos arredores de Campina Grande, não deixe de visitar Araruna, Ingá e Bananeiras, conhecidas por seus casarões históricos e formações rochosas ancestrais. No Cariri, o programa imperdível é Cabaceiras, a “Roliúde Nordestina”, cenário de produções como “O auto da compadecida”.

Julho
Gosta de frio? Então reserve alguns dias do mês para visitar a Serra Catarinense, onde ficam UrupemaUrubici e São Joaquim, três das cidades mais geladas do país e endereço dos “famosos” bonecos de neve brasileiros. A neve começa a cair entre o final de junho e o início de julho, quando os termômetros registram temperaturas negativas e fazem a festa dos turistas.
Muita neve no inverno em UrubiciMuita neve no inverno em Urubici (foto: Rúbia Regina Krieger Vargas)
Agosto
Costuma ser o melhor mês para visitar o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. As lagoas de água doce, formadas pelas chuvas do verão e do outono, estão cheias desde junho e julho, mas o movimento dos visitantes, fora das férias de meio do ano, já é bem menor. Assim, é possível aproveitar com mais calma os passeios por dunas, rios e vilarejos da região.

Setembro
Alter do Chão (PA) é um dos lugares mais interessantes no Brasil para se visitar em setembro. Um dos motivos é a Festa do Sairé, celebração sincrética, com elementos indígenas e católicos, que acontecerá entre os dias 15 e 19. O outro é a temporada de seca, que deixa as águas dos rios mais baixas e forma lindas praias fluviais, razão do apelido “Caribe amazônico”.

Outubro
A primavera em Minas Gerais é especial. A temperatura já é alta o bastante para curtir as cachoeiras da Serra do Cipó, de Aiuruoca ou de Ibitipoca. Mas ainda amenas a ponto de não tornar sacrificantes os passeios pelas ladeiras de cidades históricas como MarianaCongonhasTiradentes e Ouro Preto
Maravilha de cenário: Rio do Salto e Paredão de Santo Antônio, em IbitipocaMaravilha de cenário: Rio do Salto e Paredão de Santo Antônio, em Ibitipoca (foto: Leonardo Costa)
Novembro
Com tempo firme e fora da alta temporada, a Costa dos Corais, o lindo trecho do litoral norte de Alagoas, de Maceió à divisa com Pernambuco, passando por Maragogi e São Miguel dos Milagres, é uma boa pedida para o último mês antes do verão. 

Dezembro
Em Fernando de Noronha (PE), dezembro é o auge da temporada seca. O mar mais agitado favorece o surfe, mas não atrapalha os mergulhos no arquipélago pernambucano. E no começo do mês, naquele período em que as pessoas ainda estão se guardando para as viagens de fim de ano, é mais fácil encontrar preços mais convidativos em hospedagens e passeios.




Veja também
Descubra um destino
Veja mais ideias de viagens
Copyright 2000-2022 Férias Brasil©