Rio Negrinho

Porque Ir

A construção da Estrada de Ferro Dona Francisca, no século 19, foi a responsável pela chegada dos colonizadores alemães, portugueses, poloneses e italianos. Os imigrantes trabalharam na obra que hoje encanta os turistas que fazem o tradicional passeio de Maria-fumaça. A viagem, de seis horas de duração, leva à cidade vizinha de São Bento do Sul, com direito à parada em Rio Natal para um típico almoço polonês.

Oberlandfest reúne desfiles de grupos folclóricos, bailes, concursos e muito chopp

Além da estrada, as heranças dos europeus se fazem presente na arte e na cultura através dos rodeios, das gincanas de pesca, da tradição moveleira e da Oberlandfest, a festa alemã que acontece em outubro e oferece atrações que vão dos desfiles de grupos folclóricos e bailes a concursos de tiro ao alvo e de tomadores de chopp. 

A cerveja, aliás, grande estrela do evento, merece ser degustada nas belas canecas de louça decoradas, souvenires típicos de Rio Negrinho.  

Escondida na região serrana de Santa Catarina, a cidade é repleta de cachoeiras - são mais de dez, algumas com quedas que chegam a 30 metros. Além de propiciarem refrescantes banhos, algumas são procuradas para a prática do rapel. 

A natureza exuberante é observada ainda através das trilhas, perfeitas para a prática de cavalgada, caminhada e off-road. Para repor as energias, aposte nos cafés coloniais, nos pinhões assados e nas delícias tradicionais preparadas no fogão à lenha.
Copyright 2000-2020 Férias Brasil©