Roda-gigante de volta a Foz do Iguaçu (PR)

  • Quedas encantam de todos os ângulos Quedas encantam de todos os ângulos
    Enviada por Edimar
  • Roda-gigante é atração no verão 2018! Roda-gigante é atração no verão 2018!
    Enviada por Marcos Labanca
Por Editoria Férias Brasil
Sucesso de público em 2018, a roda-gigante itinerante volta ao Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu (PR), para as férias de verão. O brinquedo fica por lá até o fim Carnaval.

A roda-gigante, que proporciona cenas raras a cada volta, descortinando um belo pôr do sol e a experiência de contemplar três países ao mesmo tempo, funciona diariamente, das 16h às 22h. 

O equipamento de fabricação italiana é de última geração. À noite, o colorido das luzes de LED, espalhadas por toda a estrutura, faz da roda-gigante um grande espetáculo de cores e brilho, encantando os visitantes do ponto turístico, que lá encontram restaurante e assistem a apresentações culturais e shows de luzes e águas. 

A roda-gigante tem capacidade para transportar até 108 pessoas simultaneamente, divididas em 18 cabines fechadas, sendo seis pessoas em cada cabine. Há gôndolas especiais para cadeirantes.

Os ingressos saem a R$ 15. Crianças de até 3 anos, acompanhadas de um adulto pagante, têm isenção. Crianças a partir de 4 anos pagam a tarifa normal.

Arquitetura, história & cultura
Com um pôr do sol de tirar o fôlego, o Marco das Três Fronteiras transformou-se em um complexo turístico com várias atrações. O espaço remete ao século 16 através de uma vila cenográfica que homenageia as Missões Jesuíticas. A Praça de Entrada exibe 700 metros quadrados de arquitetura histórica e é cercada pelo encontro dos rios Iguaçu e Paraná. A área dos mirantes foi amplada, permitindo observar a bela paisagem de variados ângulos. 
 
[FBFOTO:929227324]

À noite, o show das Águas Dançantes, com luzes e projeções na Praça das Três Fronteiras, onde fica o Obelisco, atrai os visitantes. Assim como as apresentações de dança e o restaurante Cabeza de Vaca, que reúne o melhor da gastronomia regional.

Programe-se!
As cataratas são lindas o ano inteiro, mas é durante o verão que o volume de água é maior e as árvores estão floridas. Em janeiro e fevereiro, as chuvas são rápidas e refrescantes – mas quem não quer molhar a roupa, vale investir nas capas de chuva durante os passeios pelo Parque Nacional do Iguaçu.

[FBFOTO:399828963]

Vale consultar o calendário lunar e agendar sua viagem para uma data com lua cheia, quando os parques brasileiro e argentino promovem luaus nas passarelas, com vista para as quedas. Demais, não é?

Mais informações e atrações de Foz do Iguaçu

Copyright 2000-2021 Férias Brasil©