Santa Rita de Jacutinga (MG)

Matriz de Santa Rita de Cássia - Missas são anunciadas com badalar dos sinos

Porque Ir

Na divisa de Minas com o Rio de Janeiro, Santa Rita de Jacutinga começa a ser descoberta pelos fãs do turismo rural e da aventura. Emoldurada por montanhas, construções históricas e quedas d'água, briga com razão pelo título de Cidade das Cachoeiras - são mais de 70 catalogadas em um raio de 470 quilômetros quadrados.

Cartão-postal, cânion do Boqueirão tem 40 metros de fenda, uma piscina e duas cascatas
A profusão está diretamente ligada ao Rio Preto, o principal a banhar Santa Rita e responsável pela beleza do cartão-postal da região: o cânion do Boqueirão. São 40 metros de fenda, uma piscina e duas cascatas. A maneira mais interessante de chegar até lá é fazendo uma cavalgada pelas trilhas. As águas do rio também são cenário para a prática de esportes radicais, como o rafting e o rapel - este, praticado na cachoeira do Pacau, com 90 metros de queda.

A paisagem de Santa Rita é marcada ainda por muitas fazendas antigas. Algumas se transformaram em hotéis e outras abriram suas portas para visitas guiadas. Esse é o caso da Santa Clara, uma das poucas no Brasil que mantêm intacta sua arquitetura e alguns espaços como a senzala. A fazenda, que serviu de locação para a novela Terra Nostra, foi construída em 1750 e possui 365 janelas (um terço delas é apenas pintura), 177 portas e 52 quartos.

Reserve um tempo para visitar o centrinho da cidade. Por lá, vale a pena conhecer as igrejas de Santa Rita de Cássia, de 1859 e sinos ainda tocam na hora da Ave Maria; e a de Nossa Senhora do Monte Calvário, situada em um morro de 800 metros. A caminhada até o alto não é nada fácil, mas propicia uma das melhores vistas da região e um belo pôr do sol.
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.
instagram
twitter