Iporanga

Porque Ir

Iporanga é a porta de entrada para o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira - Petar -, que reúne o maior número de grutas da América Latina. Em uma área de 36 mil hectares estão 250 cavernas catalogadas. Para evitar a degradação das formações, repletas de rios, cachoeiras, estalactites e estalagmites, apenas 12 estão abertas à visitação e somente podem ser exploradas com o acompanhamento de guias e agendamento prévio.

Cachoeiras, grutas e cavernas se espalham pelo Parque do Alto Ribeira

O parque é divido em quatro núcleos. Santana, Caboclos, Casa de Pedra e Ouro Grosso. No bairro da Serra, a 14 quilômetros do Centro, ficam as melhores pousadas e o acesso ao Núcleo Santana, com as cavernas mais visitadas. 

Entre elas estão a do Couto, que abriga uma queda-d'água de quatro metros; a da Água Suja, com salões e um rio com cachoeira; e a que dá nome ao núcleo, com uma imensa variedade de espeleotemas em meio às galerias alcançadas por passarelas e escadas de madeira. Para chegar às grutas é preciso caminhar por belas trilhas contornadas por cedros, figueiras, palmeiras e muitas cachoeiras.

No núcleo Ouro Grosso, visitar a gruta de mesmo nome é aventura na certa - a entrada é por um buraco rente chão e, lá dentro, há trechos com água pela cintura. Já no Caboclos, as atrações são as cavernas do Chapéu, Aranhas, Água Sumida, Arataca e Pescaria, além das cascatas Sete Reis e Maximiniano.  

Fora do parque, as cachoeiras Véu de Noiva e de Arapongas merecem uma visita. Nesta última, a mais alta da região, é comum a prática de rapel e cascading. A melhor época para visitar Iporanga e curtir seus inúmeros atrativos é entre os meses de abril e novembro, quando as chuvas diminuem e as estrada ficam mais menos precárias.
Copyright 2000-2021 Férias Brasil©