S. Francisco do Sul

Praia Grande - Contemplando a Imensidão

Porque Ir

Uma das vilas mais antigas do país, São Francisco do Sul guarda um centro histórico muito bem preservado às margens da baía de Babitonga. Por lá estão sobrados com coloridas fachadas coloniais e píers de madeira emoldurados por barquinhos de pescadores e montanhas verdejantes.

O maior tesouro de São Francisco só poderia estar abrigado no centrinho: o Museu Nacional do Mar. Espalhado por uma série de armazéns portuários restaurados, o espaço abriga uma coleção de embarcações de diversas épocas - em miniatura e tamanho real - que contam a história da navegação mundial. 

Uma das principais atrações do museu é a sala dedicada a Amyr Klink, onde está exposto o barco a remo Paraty. Foi nele que, em 1984, o navegador atravessou solitariamente o Atlântico Sul, durante 101 dias.

Praia Grande é deserta e selvagem, contornada por dunas e restinga

Tão concorrido quanto o museu é o passeio de escuna pela baía de Babitonga. O tour dura duas horas e meia e passa por 14 ilhas, com direito a parada para banho na ilha das Flores. Um outro roteiro leva ao Arquipélago das Graças, formado por ilhas inabitadas e águas clarinhas, perfeitas para  um mergulho.

Afastadas do Centro, as praias de São Francisco têm perfis variados. Enquanto Enseada é movimentada por conta dos bares e restaurantes; praia Grande é deserta e selvagem, contornada por dunas e densa restinga. 

Já a Prainha é cercada por costões, sendo considerada uma das mais bonitas da região. Além da beleza natural, oferece boas ondas e está sempre cheia de surfistas, assim como Itaguaçu e Barra do Sul. Na praia do Forte, o destaque é a fortaleza Marechal Luz, erguida em 1915. De sua parte mais alta a vista é panorâmica e descortina a Ilha da Paz.
Copyright 2000-2020 Férias Brasil©