Laguna

Porque Ir

O conjunto formado pelas belas praias, o simpático centrinho histórico e o imponente Farol de Santa Marta encanta os visitantes que chegam à Laguna, a cidade da heroína Anita Garibaldi. Durante a baixa temporada, o movimento é típico de cidadezinha do interior, mas quando o verão dá as caras, o agito intenso reúne famílias, jovens e surfistas em busca de um lugar ao sol.

Farol de Santa Marta dá boas vindas aos visitantes

Entre as praias mais procuradas estão as próximas do Centro, como Mar Grosso, contornada por avenida urbanizada, hotéis e restaurantes, além de point do surf, do windsurf e da vela. A grande atração de Mar Grosso é a pesca da tainha, no final da tarde. Na ocasião, os pescadores contam com o auxílio dos golfinhos, que conduzem os cardumes até a praia. Também movimentadas são as praias do Gi, extensa e salpicada por pequenas dunas; e a da Galheta, com areias claras, boas ondas, bares, restaurantes e sambaquis.

Boa parte das praias de Laguna tem acesso por barco. É o caso de Gravatá, Cardoso e Cigana, sossegadas e indicadas para a prática de esportes náuticos. Merecem destaque as praias de Itapirubá, Siri, Iró e do Sol. Para apreciar o Farol de Santa Marta, siga para a Praia Grande - extensa, como o nome diz - ou para a Prainha, uma enseada com boas ondas e vila de pescadores. Cartão-postal de Laguna, o farol foi inaugurado em 1891 e, do alto de seus 29 metros de altura, descortina vista panorâmica.

Depois de curtir o mar é hora de descobrir os encantos do Centro Histórico. Um passeio a pé leva ao Museu Anita Garibaldi, onde estão guardados documentos, móveis e fotos de época. Mais adiante fica a Matriz de Santo Antônio dos Anjos (1696), com tela de Victor Meirelles pintada em Roma, em 1856. Ao lado encontra-se a Casa de Anita - que não era dela, mas de seus padrinhos -, onde a ilustre personalidade se trocou para o casamento com o italiano Giuseppe Garibaldi.
Copyright 2000-2020 Férias Brasil©