Parque da Serra dos Órgãos

  • Trilha suspensa Trilha suspensa
    Enviada por Jack
  • Parnaso 4 Parnaso 4
    Enviada por Sidney Sperduto
  • Parnaso 3 Parnaso 3
    Enviada por Sidney Sperduto
  • Parnaso 2 Parnaso 2
    Enviada por Sidney Sperduto
  • Parnaso 1 Parnaso 1
    Enviada por Sidney Sperduto
  • Lindo Quati Lindo Quati
    Enviada por fabio lacerda
  • A cascata. Lindo passeio! A cascata. Lindo passeio!
    Enviada por Jack
  • O lago O lago
    Enviada por Jack
  • O encanto do parque O encanto do parque
    Enviada por Jack
  • O lago O lago
    Enviada por Jack
  • Voando por Teresópolis. Voando por Teresópolis.
    Enviada por Tiago.
Por Editoria Férias Brasil
O Parque Nacional da Serra dos Órgãos espalha-se pelos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Guapimirim e Magé, somando 20 mil hectares de mata nativa. O belo cenário é formado por cachoeiras e espécies diversas de animais e plantas - 2.800 espécies de plantas, 462 espécies de aves, 105 de mamíferos, 103 de anfíbios e 83 de répteis, incluindo 130 animais ameaçados de extinção. E ainda tem a imensas formações rochosas, como o pico Dedo de Deus (1.692 metros) e a pedra do Sino (2.263 metros e ponto mais alto da serra do Mar). 

Paraíso dos aventureiros, o parque oferece a maior rede de trilhas do Brasil - são mais de 200 quilômetros com graus de dificuldade diversos e muitas recompensas nos quesitos cenários, paisagens e detalhes. O parque abriga três sedes; Teresópolis, Guapimirim e Petrópolis. A de Teresópolis, porém, contempla mais atrações como banhos nas piscinas naturais e trilhas de vários níveis.

Entre as leves estão:
. Trilha Suspensa - Construída sobre um antigo aqueduto, a trilha leve permite a observação das copas das árvores, de aves e do paredão rochoso. São 1.300m de caminhada (duas horas ida e volta) sobre piso de madeira e com corrimão. Ao fim, chega-se a cachoeira Ceci-Peri. A volta é pela estrada da Barragem. 

. Trilha do Cartão-Postal - Em dias ensolarados, avista-se parte do conjunto de montanhas e todo traçado da estrada (BR-116) que passa pelo parque. A trilha tem grau de dificuldade moderada e dura cerca de duas horas e meia (ida e volta). 

Outros roteiros exigem mais preparo: o trajeto de 11 km até a Pedra do Sino; e a Travessia entre Teresópolis e Petrópolis, um dos trekkings mais famosos do país, com 42 quilômetros divididos em três dias de aventura, com direito a camping no meio da floresta - é recomendável contratar guias. 

O parque ainda abriga vias para a prática de escalada e rapel. A melhor época para visitar a região é entre os meses de maio e outubro, quando há menos chuva. Já entre novembro e fevereiro, a água das piscinas naturais fica menos gelada. A sede Teresópolis é a mais estruturada para receber visitantes.

  • A agência Atlântica Turismo oferece passeios rumo às trilhas Suspensa e do Cartão-Postal
  • Av. Rotariana s/n
  • (21) 2642-4072 / (21) 2152-1111
  • website

Dicas dos Viajantes

"Travessia Teresópolis X Petrópolis"

Fabricio

Enviada por Fabricio

com amigos em Setembro/2012 e achou Excelente!

Se você é aventureiro ou se você não é aventureiro, não deixe de fazer a Teresópolis X Petrópolis. É um marco em minha vida. vencer esta caminhada que separa as cidades serranas de Petrópolis e Teresópolis, no Estado do Rio de Janeiro, não é fácil nem para o mais experiente dos excursionistas. Mas, é viver dias de grandes momentos inesquecíveis e difíceis de dizer, somente fazendo a travessia. É um dos lugares mais incríveis do mundo. Não deixe de fazer e leve com você sua/seu acompanhante. Não esqueça de preparar as botas e rumar para uma ótima caminhada.A travessia é claramente dividida em três partes:

1. Bonfim - Morro Açu;
2. Castelos do Açu - Pedra do Sino e
3. Pedra do Sino - Barragem.

Faça valer a pena!!!

Mais informações e atrações de Teresópolis

Copyright 2000-2022 Férias Brasil©