Saco do Mamanguá

  • Pico do Pão de Açúcar, cartão-postal Pico do Pão de Açúcar, cartão-postal
    Enviada por Gabriel Toledo
  • Semana maravilhosa em Mamanguá Semana maravilhosa em Mamanguá
    Enviada por Violeta
  • Semana maravilhosa em Mamanguá Semana maravilhosa em Mamanguá
    Enviada por Violeta
  • Semana maravilhosa em Mamanguá Semana maravilhosa em Mamanguá
    Enviada por Violeta
  • Passeio no Mangue Passeio no Mangue
    Enviada por Luca
  • Vista do pico do Mamanguá Vista do pico do Mamanguá
    Enviada por Luca
Por Editoria Férias Brasil
A mata preservada, os manguezais, a cachoeira e as formações rochosas fazem da paisagem intocada - e em área de proteção - uma das mais admiradas da região. A dica é ir de carro até à praia de Paraty Mirim (10 km pela Rio-Santos, sentido São Paulo), com direito a uma reserva indígena no caminho. De lá, parte, barquinhos que fazem a travessia em cerca de 15 minutos. Antes de chegar ao fundo do saco, repleto de praias de água cristalinas e desertas, navega-se por um braço de mar de oito quilômetros de extensão e um de largura. 

A região pode ser explorada também através de trekking e canoagem - a aventura pode durar até três dias, com pernoites e refeições nas casas de moradores. Uma das trilhas mais conhecidas é que parte da Praia do Cruzeiro e leva ao Pão de Açúcar, a 450 metros de altitude e vista panorâmica da baía de Paraty. A caminhada dura uma hora e a trilha é pesada, exigindo disposição, passando por terreno acidentado, íngreme e de mata fechada. O lado pisitivo, além da visual incrível, é que a caminhada é gratuita e autoguiada.

Este passeio não costuma ser oferecido pelas dezenas de barqueiros que ficam no Centro de Paraty. Querendo ir até lá, é preciso pedir especificamente. Isto por conta da distância e do tempo de viagem. Para se chegar ao Mamanguá de barco, partindo de Paraty, leva-se mais de duas horas. De lancha, meia hora. São poucas as opções de hospedagem no Mamanguá, mas o aluguel de casas é comum. Pousadas costumam oferecer ou alugar canoas, caiaques e stand-up paddle.


Dicas dos Viajantes

"Aproveite a natureza - Beleza única"

Enviada por Luca

com amigos em Março/2009 e achou Excelente!

É um dos lugares mais bonitos do mundo, muito verde, montanhas altas e o mar tranquilo formando uma enseada calma, com geografia única. Remar, velejar, fazer trilhas, cachoeira, tem tudo para fazer. Até ficar na rede, só apreciando a paisagem. Vale a pena.

"Paraty: explorando o Saco do Mamanguá e Juatinga"

Paula S Yamamura

Enviada por Paula S Yamamura

a dois em Junho/2017 e achou Excelente!

Se você gosta de um trekking, há uma linda travessia em Paraty, começando de Paraty Mirim, percorrendo o Saco de Mamanguá e a reserva ecológica da Juatinga, e saindo de Laranjeiras. Há acampamentos em todo o percurso em lindas praias. Seguem alguns números da travessia: 43 km de distância, 4 dias de duração, subimos 3579 metros, descemos 3566 metros, 565 metros de altitude máxima, dificuldade moderada. Para ver mais detalhes do dia-a-dia, acesse: https://mochilaosabatico.com/2017/06/19/paraty-mamangua-juatinga/

Mais informações e atrações de Paraty

Copyright 2000-2021 Férias Brasil©