Prudentópolis

Porque Ir

Um pedaço da Ucrânia está bem representado na pequena Prudentópolis, onde cerca de 70% da população de 50 mil habitantes é formada por descendentes de colonizadores que vieram do frio e distante país. Na versão brasileira, as tradições estão preservadas especialmente na culinária e nos costumes. 

Nas mesas das famílias predominam o khrin (conserva de raiz-forte e beterraba), os pierogis (pastéis recheados com batata e nata) e a famosa borcht (sopa de beterraba). Na hora da prosa, o idioma complicado é o mais utilizado e ainda hoje predomina nas missas da bela igreja São Josafat, em estilo bizantino.

As pêssankas, os delicados e encantadores ovos naturais pintados a mão, são os souvenires típicos
As influências eslavas são observadas ainda no artesanato - os souvenires típicos são as pêssankas, os encantadores ovos naturais pintados a mão - e nas festas, sempre animadas por grupos folclóricos que capricham nas danças cheias de bate-pé. 

Para mergulhar a fundo na história da Ucrânia, vale visitar o Museu do Milênio, repleto de fotografias, objetos e livros.

Além da rica cultura, Prudentópolis apresenta ainda um belo conjunto de belezas naturais, formado por dezenas de cachoeiras - algumas, com quedas de mais de cem metros de altura. Entre elas estão São Francisco, uma das maiores da região, com 190 metros e São Sebastião, com 120 metros e procurada para a prática de rapel e canyoning.

E tem ainda os saltos Mlot, de São João e do Barão do Rio Branco - este último com acesso por escadaria de madeira com 496 degraus. Em alguns trechos, as corredeiras propiciam a prática do rafting. Os acessos são por trilhas de níveis  variados e, ao longo do caminho, casinhas de madeira conferem ainda mais cor e charme ao bucólico cenário.
Copyright 2000-2020 Férias Brasil©