Santa Barbara (MG)

  • Igreja na praça Igreja na praça
    Enviada por RAFAEL ELIENAI ELIDIO
  • Santuário do Caraça Santuário do Caraça
    Enviada por Tereza
  • Matriz de Santo Antônio - No interior está uma das obras-primas de Mestre Athayde Matriz de Santo Antônio - No interior está uma das obras-primas de Mestre Athayde
    Enviada por Tereza
  • Santuário do Caraça - Consolidado como Santuário Religioso e Ecológico de Minas Gerais. Santuário do Caraça - Consolidado como Santuário Religioso e Ecológico de Minas Gerais.
    Enviada por LAURIMAR ROSA DE LIMA
  • Restaurante Colonial - Localizado ao lado posto H7 Restaurante Colonial - Localizado ao lado posto H7
    Enviada por Sidney Carneiro
  • Restaurante Colonial - Ao Lado Posto H7 Restaurante Colonial - Ao Lado Posto H7
    Enviada por Sidney Carneiro
  • Centro Histórico Centro Histórico
    Enviada por Tereza

Porque Ir

Na bucólica Santa Bárbara, o cartão-postal fica exposto em praça pública. Trata-se da igreja Matriz de Santo Antônio, templo do barroco mineiro com preciosidades de Mestre Athayde. A visita guiada começa pelas balaustradas de jacarandá que se contrapõem às molduras imitando mármore e continua pela Capela do Santíssimo, com cúpula mourisca folheada a ouro; pelos púlpitos atribuídos a Aleijadinho; e pelos rebuscados altares laterais.

A cidade é porta de entrada para o Santuário do Caraça, patrimônio natural e histórico de Minas

O ponto alto do tour é a visualização das lindas e vertiginosas pinturas em azul e vermelho - a do forro da nave remete à Assunção da Virgem Maria; e a da capela-mor, considerada a obra-prima de Athayde, à ascensão de Jesus Cristo. 

O mestre assina ainda os desenhos do retábulo rococó, das telas sobre a passagem bíblica da volta do filho pródigo e os painéis ao estilo da azulejaria portuguesa que retratam a vida e a morte de Abraão. O passeio termina na balaustrada da capela, toda folheada a ouro, nas tribunas reservadas à elite da época.

Nos arredores de Santa Bárbara, mais encantamentos aguardam os visitantes. A cidade é porta de entrada para o Santuário do Caraça, patrimônio natural e histórico de Minas. A sede do parque ainda guarda os prédios da fase inicial da propriedade, erguidos entre 1774 e 1775 para sediarem uma pousada de tropeiros da Estrada Real, depois transformada em seminário. Hoje, o edifício que foi quase totalmente destruído por um incêndio em 1968 abriga uma biblioteca. 

Os aventureiros fazem a festa nas trilhas do parque, que se espalha pela Serra do Espinhaço e abriga cachoeiras, piscinas naturais, grutas e picos que chegam a dois mil metros de altitude. Uma das atrações mais procuradas é a Cascatona, uma sequência de quedas-d'água com 80 metros de desnível e poço para banho. O percurso de seis quilômetros não é dos mais difíceis, sendo percorrido em duas horas.

Já os romeiros sobem até o Caraça para visitar a igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens (1876/1883). Em estilo neogótico, guarda um órgão com 700 tubos, vitrais franceses e altares rococós de 1774.  A reserva natural e todo o patrimônio histórico pertencem a uma congregação religiosa e são administrados por clérigos. Ao anoitecer, dezenas de lobos-guarás aparecem no adro da igreja para receber comida dos padres.

Perto de Santa Bárbara fica um dos mais novos parques nacionais: o Parque Nacional da Serra do Gandarela, criado em 2014. A 67 km da cidade, a reserva tem acesso principal por Rio Acima, onde fica a sede e a entrada principal do parque, que tem ingresso gratuitoA Estrada Real atravessa a área e, no trecho inserido no parque, o visitante pode observar ruínas referentes ao período colonial, além de observação da bacia do ribeirão do Prata. O percurso de 10 km pode ser feito através de trilha de dificuldade média.

A observação de aves é das atrações do Gandarela. O parque abriga 311 espécies de aves registradas – dez delas encontram-se ameaçadas de extinção. Cachoeiras, poços, mirantes também chamam a atenção. Entre os destaques, cachoeira do Índio, com quatro grandes quedas com mais de 200 metros de altura; cachoeira Santo Antônio, com tons azulados contrastantes com os paredões rochosos avermelhados; e mirante da Serra do Gandarela. A reserva pode ser visitada o ano todo e tem acesso ainda pelas cidades de Belo Horizonte, Raposos, Itabirito, Nova Lima, Caeté, Ouro Preto e Mariana.

Copyright 2000-2018 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.