Salinas (MG)

  • Museu da Cachaça - Imagens e peças, como o carro de boi, ontam história da branquinha Museu da Cachaça - Imagens e peças, como o carro de boi, ontam história da branquinha
    Enviada por Karoll Guimarães
  • Museu da Cachaça - Relíquias, como o moinho, mostram o processo de produção Museu da Cachaça - Relíquias, como o moinho, mostram o processo de produção
    Enviada por Karoll Guimarães
  • Museu da Cachaça - Iluminação valoriza os detalhes, como os alambiques de cobre Museu da Cachaça - Iluminação valoriza os detalhes, como os alambiques de cobre
    Enviada por Karoll Guimarães
  • Museu da Cachaça - Instalação reúne 1.750 garrafas Museu da Cachaça - Instalação reúne 1.750 garrafas
    Enviada por Karoll Guimarães
  • Museu da Cachaça - Agora sim, história da branquinha preservada! Museu da Cachaça - Agora sim, história da branquinha preservada!
    Enviada por Karoll Guimarãe
  • Cachaças - Branquinhas são marcas registradas da cidade Cachaças - Branquinhas são marcas registradas da cidade
    Enviada por Prefeitura de Salinas
  • Praia do Forte - Paraíso Praia do Forte - Paraíso
    Enviada por norma costa

Porque Ir

Famosa por produzir as melhores cachaças do país, a pequena cidade de Salinas, no Vale do Jequitinhonha, mantém as tradições. Berço de marcas famosas mundialmente, como Anísio Santiago (ex-Havana) e Salinas, preserva o trabalho artesanal – nos mais de 80 alambiques da região, os velhos tonéis continuam a ser usados durante o processo de envelhecimento da bebida. 
Museu da Cachaça, com mais de 1.700 rótulos espalhados por uma área de 13 mil metros quadrados

O título de Capital da Cachaça não foi concedido à Salinas por acaso. Além da qualidade e da grande e produção – a cidade produz cinco milhões de litros e tem mais de 50 rótulos comercializadas, dentre eles a Cachaça Seleta, a mais vendida no Brasil - a região sedia no mês de julho o Festival Mundial da Cachaça, com stands de diversas marcas, degustação, venda de produtos, palestras e shows musicais. 

E mais: Salinas é a única cidade do Brasil que oferece curso de nível superior relacionado a cachaça!

Até 2012, os visitantes não encontravam um alambique adequado para visitação. Uma das poucas exceções era a Fazenda Vargem Grande, onde é possível acompanhar a elaboração da branquinha. Em 2013, a cidade ganhou o Museu da Cachaça, com mais de 1.700 rótulos espalhados por uma área de 13 mil metros quadrados!  

Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.
instagram
twitter