Lavras Novas

Porque Ir

O simpático arraial próximo a Ouro Preto é um dos refúgios de fim de semana preferido dos mineiros de Belo Horizonte. A mais de 1.500 metros de altitude, Lavras Novas encanta pelas belas paisagens contornadas por serras e cachoeiras e pelo clima serrano. Pousadinhas aconchegantes, restaurantes e bares com música ao vivo se espalham pelos coloridos becos e vielas, garantindo charme e alto astral à vilazinha que preserva o estilo colonial. 

Durante o dia, o programa é caminhar, pedalar ou cavalgar nas muitas trilhas que cortam a região. Cachoeiras surgem ao longo do percurso e convidam a refrescantes banhos. As preferidas são Três Pingos, com paredão de pedra; Namorados, Castelinho e do Falcão, todas com deliciosos poços.

Cachoeiras, como Castelinho e Namorados, formam deliciosas piscinas

Aproveite para conhecer o Arraial da Chapada, um vilarejo com menos de cem moradores e com casinhas distribuídas ao redor de uma pequena capela construída no século 19. Além da arquitetura histórica, o local é rodeado por uma natureza exuberante. Nas trilhas, aprecia-se bromélias, antúrios e a samambaiaçu, um tipo de samambaia gigante. Além de pássaros como bem-te-vi, tico-tico e o jacu.

No fim da tarde, todos os caminhos levam à Serra do Trovão, com vista panorâmica, além de um pôr do sol espetacular. O acesso é por trilha fácil, vencida em cerca de meia hora. Em dias de céu claro avista-se por completo o belo conjunto formado pelas serras do Caparaó, da Chapada, do Caraça e de Ouro Branco e ainda pelos picos do Itacolomi e do Itabirito.

Para repor as energias, vale provar as muitas delícias com tempero caseiro disponíveis nos cardápios: de pastel de angu a feijão tropeiro com lombinho, passando por frango ensopado e escondidinho de abóbora com carne.

Conhecer o artesanato típico também é atividade obrigatória em Lavras Novas. Na rua Principal, espalham-se ateliês de artistas da região que oferecem luminárias de folha de coqueiro, peças em cipó trançado, entalhes em madeiras nobres e esculturas de anjos e santos, entre outros muitos trabalhos. De lá, siga até a Rua Nossa Senhora dos Prazeres, cuja igreja, do princípio do século 18, domina a paisagem. Antes de voltar pra casa, passe no bistrô Mariazica para provar as roscas, os biscoitos e as tortas como a de chocolate com maracujá.
Copyright 2000-2020 Férias Brasil©