Vai viajar com seu animalzinho?

Dicas para férias tranquilas ao lado do melhor amigo!
11 de Julho de 2019

Animais pequenos devem viajar em cadeirinhas ou caixas de transporte Animais pequenos devem viajar em cadeirinhas ou caixas de transporte (foto: Gil Barros)

Ótimas notícias para quem não abre mão de viajar com seus bichinhos de estimação: as companhias aéreas já transportam os animais nas cabines; aumenta o número de hospedagens país afora que aceitam pets; e empresas oferecem seguro-saúde para nossos amigões! Afinal, são mais de 130 milhões de animais de estimação, entre cães e gatos, espalhados pelo Brasil, segundo o IBGE. 

Alguns cuidados, porém, são fundamentais para garantir férias tranquilas. Listamos algumas abaixo. Fique atento e boa viagem! 

Segurança & Saúde
Em viagens de automóvel, abrigue gatos e cães de pequeno porte em caixas de transporte acopladas ao cinto de segurança. Para cachorros maiores, ou que não estão adaptados, opte pelos cintos de segurança, que se unem às guias e ficam presos ao banco. 

[FBFOTO:804029755]

Uma novidade no mercado são os planos de seguro-saúde especializados em animais de estimação. O produto, lançado pela seguradora GTA, tem opções nacionais e internacionais. Nos planos fora do país, o seguro cobre até US$ 300 mil. Nos nacionais, há uma rede de clínicas credenciadas, mas também cobertura, através de reembolso, para atendimentos feitos em outros locais. 

Na estrada e no voo
As viagens de carro devem durar até seis horas, com pausas a cada duas para que o animal possa se refrescar e andar. Também vale lembrar de alimentar os cães até três horas antes de pegar na estrada, para evitar enjoos. E água fresquinha, claro, não pode faltar durante todo o caminho.

Sendo possível, evite viagens de avião. Além de serem estressantes, em especial para os animais que viajam no compartimento de carga, são caras. Embora todas as companhias aéreas nacionais transportem os animais dentro da cabine, os valores costumam ser altos e variam de acordo com o tamanho dos bichinhos. É importante checar com cada uma delas.

Identificação 
Não esqueça de colocar identificação na coleira do pet, com nome, endereço e número de telefone dos tutores. E sempre que for possível, mantenha o animal com guia e coleira.

Animais devem ter coleira com identificaçãoAnimais devem ter coleira com identificação (foto enviada por Eliene)


Compartilhe:
Veja também
Escolha seu destino
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2019 Férias Brasil©