Desapegue para viajar mais

Consumismo e pequenos luxos não rimam com malas e mochilas!
09 de Janeiro de 2018

Espetáculo é acompanhado das praias do mar de Dentro Espetáculo é acompanhado das praias do mar de Dentro (foto: Empetur)

Aproveitar o significado de uma das palavras na moda hoje em dia – “desapegar” – pode ser uma ótima oportunidade para economizar, ajudar ao próximo, desentulhar a casa, fazer um dinheirinho em bazares e, de quebra, aproveitar para viajar mais.

O consumo por impulso, seja de roupas, objetos de decoração ou eletrônicos ficou ainda mais evidente e facilitado a partir da possibilidade das compras online. Atire o primeiro cartão de crédito quem nunca fez uma comprinha pela internet e se arrependeu por ter gasto em algo que não era tão necessário ou urgente!

E são esses pequenos – ou grandes – gastos que muitas vezes fazem falta na hora de fechar aquela viagem para o lugar desejado. Até porque, muitas vezes, o destino dos sonhos é um lugar concorrido ou exclusivo, onde os preços são nas alturas, caso de Fernando de Noronha (PE), Trancoso (BA), Búzios (RJ)... Então, que tal dar cabo naquela vontade de ficar no melhor hotel do pedaço, tomar drinks nos restaurantes mais estrelados ou andar de táxi para cima e para baixo? 

Desapegar dos pequenos luxos – viajando ou em sua casa - também faz parte do plano, que é começar o ano tirando do papel a ideia de viajar mais (2018 está repleto de feriados!). Então, mãos à obra! 

. Organize sua casa 
Com as coisas organizadas e em seus devidos lugares fica mais fácil segurar o impulso. O primeiro passo é descartar tudo que não usa mais, doando ou promovendo um bazar. Em seguida, organize todos os armários possíveis – dos quartos, do banheiro, da cozinha – de maneira que boa parte dos objetos fique à vista ao abrir os compartimentos. 

Sempre que tiver vontade de comprar algo novo, basta abrir os armários ou passar os olhos pela sala para saber se a peça de desejo realmente fará diferença. A regra vale para desde um biquine a um aparelho de TV.

. Viaje somente com a bagagem de mão
Uma vez que você doou ou vendeu tantas peças de roupa, fica facílimo arrumar uma mala pequena, somente com as coisas que você gosta e realmente vai usar em uma viagem. Se a desculpa para fazer um malão for que o destino é muito frio, essa não cola mais! Graças à tecnologia, tem muitos casacos fininhos que esquentam bastante, segunda pele, ceroulas, meiões... O sobretudo pode e deve ser usado à exaustão, desde o embarque até o desembarque de volta para casa. Para que pagar bagagem extra?  

. Experimente serviços mais em conta  
Troque a hospedagem em um resort ou hotel estrelado por uma pousadinha. Almoce ou jante nos mercados públicos ao invés de seguir para restaurantes badalados em todas as refeições. Descubra os dias em que as entradas em museus e outras atrações são gratuitas. Ande de ônibus, de bicicleta ou faça caminhadas ao invés de entrar no primeiro táxi que cruzar seu caminho. Na hora das compras, foco nos souvenires – lembre-se que você só tem uma bagagem de mão... 

. Use a tecnologia a seu favor
Carro do ano, celular recém-lançado e TV 60 polegadas enchem os olhos de muita gente, certo? Mas não os daqueles que preferem explorar o mundo com suas próprias pernas. Cadastre-se em sites de promoções de passagens aéreas, baixe aplicativos de cotação de moedas... Jogue para a pasta “spam” todos endereços capazes de quebrar sua vibe do desapego.

. Reúne a família e os amigos em casa
Quando estiver em sua cidade natal, ao invés de comer fora com a família ou juntar os amigos na mesa de um bar, sugira os encontros em casa. Além de todos ficarem bem mais à vontade, os gastos com comes e bebes saem muito mais em conta. No fim do programa, mais um dinheirinho para engordar o porquinho de viagem.

Fotos
Gracie Croce (Trancoso)
Empetur (Fernando e Noronha)



Compartilhe:
Veja também
Escolha seu destino
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2018 Férias Brasil©