Bumba meu Boi & Festas Juninas em São Luís

Governo do Maranhão

Na capital maranhense, as belas encenações folclóricas de Bumba Meu Boi são as principais atrações dos festejos juninos. Mas também tem espaço para as tradicionais quadrilhas de São João! E os quitutes regionais marcam presença nas barraquinhas que se espalham pelo centro histórico e pelos arraiais - os mais famosos são os da Praça Maria Aragão e do Ipem, que acontecem entre 15 de junho e 1º de julho. Nos tabuleiros e cumbucas, bolo de tapioca, tacacá e canjica.

Hotéis e Pousadas em São Luis O que fazer em São Luis

Início da temporada nos Lençóis Maranhenses

Governo do Maranhão

Passada a temporada das chuvas na região, as lagoas de águas verdes e azuis do Parque Nacional e arredores estão tinindo de cheias e lindas. E aguardando os visitantes para banhos refrescantes depois de caminhadas em meio às dunas de areias finas e brancas. O cenário fica deslumbrante até setembro, sendo a melhor época para fazer passeios de voadeira, apreciar o pôr do sol com direito a revoada de guarás e curtir paisagens como a da Praia de Atins, uma vila com lagoas menos concorridas e barracas de praia perfeitas para saborear camarões grelhados.

Hotéis e Pousadas nos Lençóis Maranhenses O que fazer nos Lençóis Maranhenses

Ótima época para curtir a Chapada das Mesas

Governo do Maranhão

Prefere banhos de cachoeira ao invés de praias? A dica, então é a Chapada das Mesas - o período ideal para curtir a área é entre junho e dezembro, quando chove menos, os rios estão menos caudalosos e os poços perfeitos para mergulhos. Nada como se refrescar depois de atividades como o trekking - uma das mais famosas caminhadas por lá leva ao Morro do Chapéu, a 378 metros de altitude e vista panorâmica. Para fechar os trabalhos, a dica é o Portal da Chapada, com uma abertura na rocha para emoldurar o pôr do sol. E quer mais uma ótima notícia? Por lá também rolam festejos de Bumba Meu Boi!

Hotéis e Pousadas na Chapada das Mesas O que ver e fazer na Chapada das Mesas

Bons ventos em Alcântara

Governo do Maranhão

A apenas uma hora e meia de barco da capital, a cidadezinha colonial merece mais que uma visita de um dia. Ainda mais entre julho e dezembro, quando o tempo é mais seco e os ventos, frescos. Além de apreciar o conjunto de mais de 300 construções - muitas em ruínas, como a Matriz de São Matias -, ainda dá para curtir a praia da Baronesa, seguir de barquinho para a Ilha do Livramento (com praia deserta) e fazer passeios ao pôr do sol com direito a revoada dos Guarás

+ Especiais do Brasil
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2018 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.