Pantanal (MT)

Lucas Ninno - GCOM

O período de seca (ou vazante dos rios), que vai de maio a novembro, é o mais indicado para conhecer e apreciar as belezas surpreendentes da maior área inundável do planeta. Com as águas mais baixas, fica fácil observar animais como jacarés, veados, capivaras, gaviões, garças, tamanduás e tuiuiús - ave símbolo do Pantanal que pode chegar a 1,50 metro de altura. Basta um rolê pela icônica estrada Transpantaneira para ver a boa parte da fauna bem de pertinho. E ainda tem os passeios de caminhão, de barco, as focagens noturnas... Pura aventura!

Pirenópolis (GO)

Nicolau El-Moor

Na bela cidadezinha goiana, o outono é tempo de curtir as cachoeiras - mas claro, sem deixar de lado uma voltinha pelo centro histórico preservado e tomado por casario colonial do século 18. Uma vez nas trilhas, tome o rumo da estrada de terra dos Pirineus, que leva a quedas como Santa Maria, Lázaro e Abade. Para finalizar, aprecie o pôr do sol do Pico dos Pirineus. Caso a viagem seja entre 26 de maio e 04 de junho de 2017, prepara-se para participar da Festa do Divino e da Cavalhada!

Ibitipoca (MG)

Leonardo Costa

A melhor época para curtir o cartão-postal da região - o Parque Estadual - é nos meses de outono e inverno, quando praticamente não há chuvas e o céu fica perfeito - de dia, super azul; e à noite, apinhado de estrelas! Aproveite para explorar as diversas trilhas bem sinalizadas que levam a penhascos, grutas, paredões, mirantes, riachos de águas avermelhadas e muitas cachoeiras. Entre as paisagens inebriantes está a Janela do Céu, uma corredeira que segue por um cânion e acaba em uma cachoeira de 20 metros, que despenca de um paredão.

Socorro (SP)

Daniel Rosa

Quando o assunto é aventura em São Paulo, Socorro é umas principais referências. A cidade conta com uma infinidade de parques para a prática de ecoturismo e atividades radicais, tendo grutas, cachoeiras, matas, picos e rios como cenários. No "cardápio" de opções para jogar a adrenalina lá em cima, bóia-cross, rapel, arvorismo, rafting, caminhada, acquaride, escalada... Durante o outono, os dias são de sol e permitem curtir as aventuras na água; enquanto à noite faz um friozinho gostoso, convidando a degustar as cachaças produzidas nas fazendas da região.

Gramado (RS)

Leonid Streliaev

As temperaturas no Sul do Brasil já estão baixas e o movimento ainda não é intenso... ótima pedida para tirar o cachecol do armário e seguir para a charmosa cidade de Gramado. Por lá, deguste, sem culpa, chocolates, fondues e as delícias da cozinha italiana - sempre acompanhadas pelos bons vinhos produzidos na região do Vale dos Vinhedos. Para queimar as calorias, todos os caminhos levam à vizinha Canela, repleta de reservas naturais perfeitas para caminhadas, como o belo Parque do Caracol.

Cunha (SP)

Divulgação

Não são poucos os atrativos naturais da cidadezinha escondida entre São Paulo e Rio de Janeiro. São cachoeiras, mirantes e trilhas protegidas em parques estaduais. E ainda tem mais: boa mesa e belíssimo artesanato em cerâmica - se possível, verifique se haverá abertura de fornada no período de sua visita. E, aproveitando os dias lindos de outono, não deixe de conhecer os lavandários da região, que abrem seus campos floridos e perfumados para visitação gratuita. Uma dica: chegue antes das 17h para curtir o pôr do sol.

Paraty (RJ)

Nelson Toledo - Divulgação

A luz de outono consegue deixar o casario da linda cidade histórica ainda mais encantador! Aproveite os dias ensolarados para fazer passeio de barco pelas praias e ilhas da região, sempre tendo o mar verde esmeralda como pano de fundo. E é no outono que acontece uma das mais bonitas festas de Paraty - a do Divino, com procissões e apresentações folclóricas pelas ruas. Em 2017, a festa rola de 26/05 a 04/06.

Manaus (AM)

Alex Pazuello - Agecom

A temporada de chuvas começa a se despedir, mas os rios ainda estão em plena cheia, com mais vida nas margens e na água. Essa combinação perfeita justifica uma viagem à Amazônia, seja para um cruzeiro fluvial, um período em hotel de selva ou para passeios a partir de Manaus, como o tour que leva o visitante ao encontro das águas dos rios Negro e Solimões. Se possível, agende a visita ao Teatro Amazonas durante o Festival de Ópera, que já começou e segue até o fim de maio.

Bonito (MS)

Rico - COMTUR

Na meia-estação, Bonito continua lindo! E agradável para praticar as inúmeras atividades dentro d´água - as nascentes mantém os constantes 20 graus, temperatura perfeita para fazer flutuação, rafting, boia-cross e tomar banho de cachoeira depois de caminhadas pela mata. Não deixe de incluir no roteiro um rapel no Abismo Anhumas e um mergulho na Lagoa Misteriosa, que reabriu para mergulhos em abril, ficando aberta para atividades até outubro.

Itaúnas (ES)

Tadeu Bianconi

O clima ameno torna a caminhada pelas dunas rumo à praia bem menos desgastante que no verão. Lembrando que, por aqui, nos montes de areia chegam a 30 metros! Sem contar que as barracas à beira-mar estarão mais vazias e perfeitas para apreciar o peixinho frito. Aproveite também para fazer passeios de bicicleta e de caiaque. À noite, dance forró - ritmo tradicional da vila - seja para esquentar o corpo ou se sentir um nativo!

+ Especiais do Brasil
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.
instagram
twitter