Guapimirim (RJ)

Trilha, rapel, cachoeira, alambique, cavalgada... - Poço do Escorrega

Porque Ir

Ao lado de Teresópolis, Petrópolis, Friburgo e Cachoeiras de Macacu, Guapimirim forma a chamada Serra Verde Imperial, um dos mais belos circuitos turísticos do estado. A cidade tem ainda o charme de estar em um vale emoldurado pela Serra dos Órgãos, e mais: aos pés do pico do Dedo de Deus, o principal cartão-postal da região, com 1.680 metros de altura.

Parque da Serra dos Órgãos tem trilhas que conduzem a poços naturais e construções históricas
Guapi - como a cidade é chamada pelos moradores - preserva generosas porções da mata Atlântica entrecortadas por rios, cachoeiras e trilhas. O conjunto natural é perfeito para a prática de atividades como mountain bike, ciclismo, rapel, escalada e trekking. Entre os roteiros concorridos estão os que levam às quedas do Véu da Noiva (acessível pela trilha da Concord) e do Escorrega (Estrada da Barreira).

Uma das portas de entrada do Parque Nacional da Serra dos Órgãos fica no município e, a partir dela, chega-se às trilhas que conduzem aos poços e piscinas naturais e apresentam a fauna e a flora da região. Comece o roteiro - que pode ser feito a pé ou de bicicleta - com uma visita ao Casarão da Barreira, construção histórica que abriga o Centro de Visitantes. Percorra a Trilha do Poço Verde, tomando um refrescante banho de cachoeira no final. Em seguida, visite a capela de Nossa Senhora da Conceição, construída no século 18, em estilo barroco.

É de fora do parque, porém, que se tem a melhor vista do Dedo de Deus. No Mirante do Soberbo é possível apreciar a "escultura" natural em toda sua plenitude. O acesso é pela BR-116. Quem optar por ir de bike deve estar preparado para encarar 16 quilômetros de subida pra lá de íngreme.
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.