São Sebastião do Paraíso (MG)

Porque Ir

As boas terras para a plantação de café e a criação de gado de leite atraíram os imigrantes italianos para a região no século 19. A agropecuária ainda é forte em São Sebastião do Paraíso, porém, vem dividindo espaço com a produção de figos, pêssegos, milho, soja...

Em janeiro é a vez da Folia de Reis tomar conta das ruas, praças e zona rural
Enquanto a economia passa por mudanças, as tradições folclóricas continuam preservadas no município. Os festejos começam em dezembro, com as Congadas e os Moçambiques - manifestações típicas da cultura negra, com muita música, cores e religiosidade. Homens e mulheres de todas as idades desfilam, cantam e dançam em homenagem aos santos padroeiros.

Em janeiro é a vez da Folia de Reis tomar conta das ruas, praças e zona rural. O ponto alto é o dia 06, quando os foliões percorrem residências, sítios e fazendas. Cantores e instrumentistas de sopro e percussão, sempre acompanhados por personagens vestidos de palhaços, são recebidos com mesas fartas para celebrações junto aos presépios.

No restante do ano, o ponto de encontro dos moradores de Paraíso é a Praça da Matriz, onde fica a bela igreja de São Sebastião, iluminada naturalmente por belos vitrais. Para apreciar obras de arte, a dica é seguir para a Casa da Cultura e o Museu Napoleão Joele, com exposições temporárias e permanentes. No Morro do Baú, as atrações ficam por conta da vista panorâmica e do monumento ao Cristo Redentor.
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.