Itapeva (MG)

  • Sítio da Pedra Chata - Turismo e Lazer - Pedra Chata - mirante natural Sítio da Pedra Chata - Turismo e Lazer - Pedra Chata - mirante natural
    Enviada por Amelia Miwa Muramatsu
  • Sitio da Pedra Chata - Turismo e Lazer - Piscina natural feita na rocha Sitio da Pedra Chata - Turismo e Lazer - Piscina natural feita na rocha
    Enviada por Amelia Miwa Muramatsu
  • Sítio da Pedra Chata - Turismo e Lazer - Vista da Piscina com deck Sítio da Pedra Chata - Turismo e Lazer - Vista da Piscina com deck
    Enviada por Amelia Miwa Muramatsu

Porque Ir

Escondida no extremo sul de Minas, a pequenina e charmosa Itapeva fica no caminho para Monte Verde. Apesar da vizinha famosa, vale a pena parar e passar uns dias na cidadezinha que abriga a Pedra Chata. A 1.300 metros de altitude, o cartão-postal exibe uma bela visão da região, mas só pode ser atingido por trilha íngreme e precária.

No alto da Pedra Chata tem uma piscina natural incrustada na rocha

São 60 minutos de caminhada, mas o esforço compensa e é recompensado por um mergulho em uma piscina natural incrustada na rocha, à beira de um precipício. Lá de cima, a vista descortina as cidades de Camanducaia, Extrema, Toledo, Munhoz e Bueno Brandão, Cambuí e Senador Amaral.

Além da Pedra Chata, a cidade abriga cachoeiras - Capetinga, Carúna e Gusto Caipira – e faz muita festa! Entre as mais concorridas estão a Festa do Padroeiro, em 20 de janeiro; a Junifest (junho) e a Festa do Carreteiro

Nos meses de inverno, quando as temperaturas chegam a ser negativas, é grande o movimento de casais pela região, em busca de cenários românticos.

E, além de paisagens bucólicas, encontram também a típica culinária mineira, regada a caldos e pratos como feijão tropeiro com costelinha e tutu à mineira. As delícias podem ser saboreadas o ano inteiro – mesmo nas outras estações, a temperatura média em Itapeva não ultrapassa os 20 graus.

 

Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.