48 horas no Litoral Norte de Maceió (AL)

48 horas no Litoral Norte de Maceió (AL)

Por Reg Murray

30 de Março de 2017

Dizem que Alagoas é o Caribe brasileiro. As águas verdes e translúcidas podem nos lembrar dessas ilhas paradisíacas, mas os preços, nem de longe. Tanto a hospedagem, quanto o transporte, a alimentação, o artesanato, tudo lá é baratíssimo. E, dependendo do lugar onde você mora, a viagem de avião é bem mais econômica.

Um fim de semana basta para você sentir como se tivesse passado semanas fora do ar. Antes de viajar, porém, fique atento à tábua das marés: as visitas às piscinas naturais só acontecem na maré baixa. Em determinadas épocas, a baixa só acontece à noite, impossibilitando os passeios.

Sexta-feira
Manhã
Ao norte de Maceió, a dica é se hospedar na praia de Riacho Doce. Vale a pena acordar cedo. Se a maré estiver baixa - será preciso atravessar dois rios - não deixe de caminhar pela areia até a Ponta da Sereia, local com piscinas naturais perfeitas para crianças. 

Os muitos bares locais começam a lotar a partir das 10h, portanto, se você quer sossego, a dica é montar base na Comedoria Riacho Doce para relaxar nas espreguiçadeiras, passear na jangada dos pescadores e petiscar as delícias da gastronomia local – o caldinho de sururu é imperdível.

Tarde
Nada como uma tarde livre para as compras. O Mercado Público de Produção é enorme e une as comidas locais ao famoso artesanato de filé, uma renda típica de Alagoas. De lá, pega-se uma lotação até a praia de Pajuçara, espécie de Copacabana, com mar transparente e esverdeado. Um mergulho acompanhado de uma carne de sol acebolada, em um dos quiosques à beira-mar, é de praxe.

Comedoria Riacho Doce - Tel:  (82) 3355-2096
Mercado Público de Produção - Parque Rio Branco - Levada

Sábado
Dia
Com maré alta ou baixa, a praia de Paripueira - na altura do complexo Mar&Cia - é para assinar embaixo que o Caribe é aqui. Se quiser tranquilidade, caminhe para o lado direito e sinta-se dono da praia. Já de volta à badalação, anda-se muito dentro da água morna até afundar. Mesmo quando o lugar está lotado, não se nota tanta gente, tamanha é a sua beleza e agrandeza do local, assim como a imensidão da paisagem. 

As lojinhas do complexo vendem bijuterias com capim dourado ou palha de Buriti. Se a energia permitir e a intenção for isolar-se do mundo, vá para o lado esquerdo da praia, conhecido como Sonho Verde. Raros quiosques de moradores locais garantem a tranquilidade deste paraíso quase desconhecido dos turistas.

Noite
A dica da noite é ir à Pizzaria Ora Pro Nobis, ao lado da Igrejinha de Nossa Senhora da Conceição. Pizza fininha, cerveja gelada e um set list musical fecham seu dia em alto astral.

Restaurante e náutica Mar & Cia – (82) 3293 2031
Ora Pro Nobis Pizza Bar – (82) 3355 1193

Domingo
Chegou o dia de ver e ser visto. O Hibiscus Alagoas, um beach club localizado na praia de Ipioca, tem tudo e um pouco mais. Localizado em frente a mais uma praia caribenha, mas alagoana, tem redário, massagem, passeios de caiaque, piscina, DJ e até área vip. Grupos estouram champanhe, mas não se acanhe: o programa bom mesmo é ficar sem fazer nada, dentro d’água.

Pronto. O seu fim de semana foi multiplicado por vários dias!

Fotos
Marcelo Cebrián
Cristina Filier (foto maior)




Veja também: Descobrindo Maceió


Reg Murray

Jornalista, trabalha desde o século passado com assessoria de imprensa. Atualmente mora na região serrana do Rio e, quando pode, foge para se largar em alguma praia paradisíaca do Brasil. Adora andar descalça.

Outras Postagens
Ver Mais Postagens
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.