É Tempo de Tartarugas!

É Tempo de Tartarugas!

Abertura de ninhos acontece nas bases do Projeto Tamar

07 de Fevereiro de 2017

Até o final do mês de março é possível acompanhar a solturas e tartarugas em diversas praias do Brasil onde há bases do Projeto Tamar – entre elas, Praia do Forte (BA), Ubatuba (SP) e Florianópolis (SC). Chamadas de "Abertura de Ninho", a atividade consiste em ajudar os filhotes das tartarugas marinhas a chegarem ao mar pela primeira vez. 

Presentes em boa parte da costa brasileira – de Santa Catarina ao Rio Grande do Norte – os quelônios pertencem a cinco espécies: verde, cabeçuda, oliva, de pente e de couro. Quem estiver em Fernando de Noronha (PE), pode acompanhar o espetáculo pela manhã e no fim da tarde nas areias da praia do Boldró. Por lá, as equipes montam um “corredor” protegido por cordas para adultos e crianças apreciarem a soltura e a corrida das tartaruguinhas em direção ao mar.

Para os mais animados, a dica é participar da “Tartarugada”: realizada duas vezes por semana, entre janeiro e maio, ela permite acompanhar a desova das fêmeas bem de pertinho, na praia do Leão. As vagas são poucas e é preciso pernoitar na praia, mas o programa é emocionante! 

O tour começa por volta das 20h, reunido quatro pessoas (além do biólogo) e é de graça. A diferença das outras atividades são: é uma desova (e não soltura), acontece à noite/madrugada e acompanha as tartarugas verdes, as maiores do arquipélago (cascos com cerca de 1,40 metro de envergadura e 400 quilos). 

Os visitantes têm o privilégio não só de pernoitar na praia, como ajudar na contagem de ovos, nas medições e até nas marcações dos bichos. Durante a tartarugada é possível acompanhar todo o processo da fêmea: saída do mar, busca pelo canto ideal para depositar os ovos, cavação de buraco, desova, cobertura do ninho e retorno ao mar. Com sorte, ainda se vê filhotes de desovas anteriores nascendo na manhã seguinte. E aí é hora de ajudar na contagem dos ovos e auxiliar as tartaruguinhas que não conseguirem ir sozinhas para o mar. 

A “hospedagem” é simples: a base de apoio do Projeto Tamar, uma pequena casa de madeira onde a turma dorme em colchonetes e sacos de dormir. Não há banheiro. Para inscrever é preciso ir ao posto da ONG na Praia do Boldró. A dica é ir cedo para garantir uma das poucas vagas.

Além das praias citadas acima, o Projeto Tamar conta com Centro de Visitantes nas seguintes cidades: Aracaju (SE), Arembepe (BA), Regência (ES) e Vitória (ES).

Fotos
Banco de Imagens Projeto Tamar


Gracie Croce

Jornalista, adora viajar e descobrir novos lugares. O que não impede de voltar àqueles por onde andou...

Outras Postagens
Ver Mais Postagens
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.