Bom Jardim (MT)

Lucas Ninno - GCOM/MT

Para se jogar duplamente, a dica é seguir para o complexo Estância da Mata ? por lá, a principal atração é o passeio de boia é intercalado por uma tirolesa! O boia cross é feito em um percurso de 1.200 metros e, em um determinado trecho, é preciso trocar o equipamento e encarar o cabo de aço por 150 metros. Também de boia ? e de pernas para o ar - é possível explorar o belo Duto do Quebó, uma caverna inundada, de 228 metros de extensão e dez metros de altura, repleta de estalactites.

Balneário Camboriú (SC)

Setur/BC

Há várias maneiras de se chegar à bela praia de Laranjeiras: de carro, de bondinho... mas para chegar em grande estilo, a dica é embarcar no ZipRider. O brinquedo é semelhante a uma tirolesa, porém, com cadeirinhas presas com cabos. Cadeirinhas? Sim, o motivo: o salto acontece a 240 metros de altura e, até chegar ao ponto final, são 750 metros de vento no rosto e muita adrenalina, a 60 quilômetros por hora!

Aracaju (SE)

Setur/SE

Um dos passeios mais bonitos do Sergipe é o de escuna ou catamarã pelo rio São Francisco. O ponto de partida é a cidade de Canindé, a 200 quilômetros de Aracaju. Depois de meia hora de navegação, chega-se ao imponente cânion do Xingó, com direito a mergulhos nas águas verdes e cristalinas do Velho Chico. Barquinhos levam ao miolo dos cânions, onde as embarcações de maior porte não conseguem entrar. Pegue um ?macarrão? e seja feliz!

Alto Paraíso de Goiás (GO)

Francine Martins

A cachoeira de Almécegas, um dos cartões-postais da Chapada dos Veadeiros, é formada por duas quedas. A primeira, de 50 metros, pode ser observada de cima e de baixo e, por lá, é permitido a prática de rapel. A segunda queda é bem menor, com 15 metros, mas é perfeita para banhos e tem acesso fácil: tanto para chegar até ela, como para entrar nela ? mergulhando!

Foz do Iguaçu (PR)

Banco de Imagens Destino Iguaçu

Uma trilha suspensa de 360 metros de extensão dentro da mata leva até à plataforma de descida do rapel. São 55 metros, o que já valeria a prática da atividade. Agora, imagine olhar para o lado e avistar as Cataratas do Iguaçu?! Impossível não se soltar e deixar a adrenalina subir durante a meia hora preso às cordas e aos mosquetões! O rapel acontece no parque Campo de Desafios, que oferece ainda rafting pelas corredeiras do rio Iguaçu, arvorismo e muro de escalada.

Rio de Janeiro (RJ)

Riotur

Já imaginou ter a Cidade Maravilhosa aos seus pés? Então... se joga! Bonito por natureza e referência mundial em voo livre, o Rio de Janeiro é certamente uma das cidades mais belas para sobrevoar. Para quem nunca praticou a atividade, há saltos duplos de asa-delta (e também de parapente) partindo da Pedra Bonita, com pilotos credenciados e experientes. A aventura dura entre 10 e 15 minutos e revela paisagens únicas da Floresta da Tijuca, da Pedra da Gávea, do Morro Dois Irmãos e das praias da Barra da Tijuca e do Pepino, onde acontece a aterrisagem.

Visconde de Mauá (RJ)

Edila Pereira Barros

Impossível ir até à cachoeira do Escorrega e não descer pelo tobogã natural de 30 metros, formado por uma pedra lisinha. O programa clássico na vila de Maromba é perfeito para quem quer nadar no belo poço formado pela queda, mas não sabe como encarar a água gelada! Uma boa notícia: um deque sobre o rio abriga um bar, que serve bebidas quentes para quem se jogou na aventura fria e molhada.

Fortaleza (CE)

João Melo

Com cinco toboáguas diferentes, o Arrepius é diversão garantida e de pernas para o ar! No Arre Égua, boias com até quatro pessoas deslizam em funis. Já no Arre Ema, as boias duplas passam por um caminho fechado até chegar à parte mais emocionante: a tigela. O negócio fica mais complicado no Arretado, uma descida em queda livre de 25 metros... E, por fim, o Arre Doidus, onde os malucos entram em uma cápsula e seja o que Deus quiser!

Bonito (MS)

Fundaçao de Turismo

As águas cristalinas do Rio Formoso banham o Parque Ecológico, endereço perfeito para praticar boia cross. A atividade acontece em um dos percursos mais nobres do rio ? são 1.200 metros, passando por três corredeiras e cinco cachoeiras! Ao fim do passeio, troque a boia por uma máscara e um snorkel e se solte na flutuação, para ver de perto a quantidade de peixes como dourado e piraputanga que fazem a festa embaixo dá água.

Canela (RS)

Alpen Park

Trenó, tirolesa, arvorismo, rapel... são muitas as atividades realizadas no Alpen Park que nos dão a sensação de liberdade em meio à natureza. Uma atração, porém, nos deixa de pernas para o ar, literalmente! É o Super Salto: composto por cordas elásticas, permite atingir 20 metros de altura, garantindo a sensação de um verdadeiro voo. Ali, vale usar e abusar da criatividade e da ousadia para fazer malabarismos com o próprio corpo durante os momentos no ar. Se joga!

+ Especiais do Brasil
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.