Janeiro - Salvador (BA)

Manu Dias/Secom

Antes mesmo de o Carnaval chegar, a capital baiana já é pura alegria e axé! O sol está tinindo e os preços ainda não estão nas alturas como no período do Reinado de Momo. E a muvuca está sob controle - só rola mesmo quando os trios elétricos invadem as ruas e avenidas. Aproveite para curtir as praias do litoral norte como Itapoã, Stella Maris e Flamengo, aproveitar a noite regada a acarajés no Rio Vermelho, passear de barco pela Baía de Todos os Santos com direito a pôr do sol; explorar o Pelourinho e se fartar de moqueca e bobó em restaurantes como Yemanjá, Casa de Teresa e Paraíso Tropical!

Fevereiro - Bento Gonçalves (RS)

Divulgação/Larentis

No Vale dos Vinhedos, fevereiro é o auge da colheita da uva, que vai de janeiro a março. Durante a vindima, o clima de festa toma conta da região, com jantares e degustações em hotéis e restaurantes e atividades em lindas vinícolas. Além de visitar vinhedos e fábricas, os turistas têm a oportunidade de participar da colheita das frutas, munidos de chapéu de palha, cestas e tesouras. Para relaxar e repor as energias, tem piqueniques em meio às plantações, com muito queijo, salame e vinho. Quer mais? Os preços não se comparam com os da temporada de inverno!

Março - Pipa (RN)

Arte e Cia

Passado o Carnaval, o clima de baixa estação toma conta das paradisíacas praias do Nordeste. Os preços e o movimento caem, mas o sol continua a brilhar forte em toda a região. Em Pipa, aposte nos passeios de barco pela Baía dos Golfinhos, formada pelas praias do Madero e do Curral, nas longas caminhadas em meio às falésias e areias douradas da praia do Amor e no passeio noturno pelas ruas do centinho, tomadas por bares com música ao vivo e drinks refrescantes, restaurantes com cardápio que reúnem o melhor das mais variadas cozinhas...

Abril - Florianópolis e arredores (SC)

Markito

O outono é a melhor época do ano para curtir Santa Catarina: o tempo na capital e cidades como Bombinhas, Balneário Camboriú e Praia do Rosa está firme, os engarrafamentos ficaram para trás e as praias estão perfeitas para banhos e para a prática de esportes como mergulho e surf. Mas fique atento a feriados como Páscoa e Tiradentes: quando eles chegam, o trânsito volta a dar nós em todas as direções, transformando por completo os bucólicos cenários à beira mar.

Maio - Pantanal (MT)

José Medeiros

No calendário pantaneiro, abril marca o início da temporada de seca e a vazante na região. Depois de meses de chuvas (de outubro a março), as planícies começam a secar e os mamíferos, como capivaras e tamanduás-bandeira, voltam às margens dos rios, enquanto as aves iniciam o período de acasalamento. Em maio, o cenário está perfeito para cruzar a Transpantaneira sem atolar e também para contemplar a natureza e suas muitas cores em passeios de barco, a cavalo ou em caminhões adaptados.

Junho - Manaus (AM)

Embratur

Em junho chove menos na região e os rios estão em plena cheia, com mais vida nas margens e na água. Essa combinação perfeita justifica uma viagem à Amazônia, seja para um cruzeiro fluvial, um período em hotel de selva ou para passeios a partir de Manaus, como o tour que leva o visitante para ver o encontro das águas dos rios Negro e Solimões. Se deixar para julho, o calor aumenta, assim como a presença de turistas, que lotam as atrações naturais e também as históricas, como o Teatro Amazonas.

Julho - Bonito (MS)

Rico/COMTUR

Nem todo mundo sabe, mas Bonito é um ótimo destino de inverno, mesmo sendo repleto de atrações dentro da água. Na temporada seca, os rios cristalinos da região ficam ainda mais transparentes. E, mesmo em julho, a água das nascentes mantém os constantes 20 graus: temperatura perfeita para fazer flutuações (e ainda tem as roupas de neoprene para os friorentos). Ou seja, não tem desculpa para não curtir os encantos submersos de Bonito! Não deixe de incluir no roteiro um rapel no Abismo Anhumas e um mergulho na Lagoa Misteriosa.

Agosto - Abrolhos (BA)

Instituto Baleia Jubarte

As baleias jubarte são a grande atração do litoral sul da Bahia no meio do ano. Elas começam a chegar em junho e julho e, em agosto já estão todas na região para se reproduzir ou amamentar os filhotes. O belo arquipélago de Abrolhos é um dos cenários preferidos das baleias para namorar. Aproveite os passeios de barco para avistar os animais e contemple também as aves marinhas e os cenários exóticos das ilhas. Uma boa opção de hospedagem em conta são as cidades de Prado e Caravelas, de onde saem muitas embarcações.

Setembro - Fernando de Noronha (PE)

Hans von Manteuffel

A ilha é cara em qualquer época do ano, mas levando em conta que em setembro o mar está uma piscina perfeita para mergulhar em meio a peixes, tartarugas, arraias... e que o céu é de um azul surreal, vale a pena seguir o rumo do arquipélago, desde que não seja no feriado da Independência! E para colaborar com o bolso, troque o aluguel do bugue pelo ônibus que circula por toda a ilha ou pelas bikes gratuitas; faça compras nos mercadinhos dos bairros para garantir um lanche nas praias e trilhas e use e abuse dos restaurantes que oferecem transfer para as pousadas e até mesmo para o aeroporto!

Outubro - Jericoacoara (CE)

Setur CE

A temporada de ventos - que começou em agosto - ainda está no auge, mas o movimento de turistas estrangeiros, que lota e inflaciona o mercado, já passou (eles ficam na região no mês de setembro). Aproveite para fazer aulas de kitesurf e de windsurf na praia que dá nome à vila ou na praia do Preá. Se o intuito for lagartear a sol, siga para as lagoas, que ainda estão cheias, com águas cristalinas. À noite, todos os caminhos levam aos forrós, que já estão em clima de verão!

Novembro - Ilha Grande (RJ)

Luís Fernando Lara/TurisAngra

Última chamada para curtir a região, que costuma ter muita chuva a partir de dezembro e durante todo o verão. Sem contar que, em novembro, o movimento ainda é tímido, sendo possível curtir as trilhas, os passeios de barco, as cachoeiras e os muitos cenários paradisíacos em total sintonia com a natureza. Inclua no roteiro as praias de Aventureiros e Lopes Mendes, além de um mergulho nas águas cristalinas da Lagoa Azul. À noite, o ponto de encontro para uma cerveja gelada é a Vila do Abrão, com bares e restaurantes.

Dezembro - Foz do Iguaçu (PR)

Elaine Mota/Setur Foz

As cataratas são lindas o ano inteiro, mas é durante a primavera e o verão que o volume de água é maior e, para completar, as árvores estão floridas, enfeitando ainda mais a paisagem irretocável. Vale consultar o calendário lunar e agendar a viagem para a lua cheia, quando os parques brasileiro e argentino promovem luaus nas passarelas, com vista para as quedas. Faça as reservas com antecedência: em dezembro, o movimento já é intenso em todos os destinos turísticos.

+ Especiais do Brasil
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.