Lagoa das Araras - Bom Jardim (MT)

José Medeiros

Uma das atrações mais próximas da vila de Bom Jardim, a Lagoa das Araras tem hora certa para ser visitada: por volta das 17h. Ao pôr do sol, araras azuis, araras canindé, papagaios, maritacas, periquitos, garças, biguás... voltam para seus ninhos - feitos nos buritis que se espalham pela lagoa - para dormir. O visual formado pelas cores do céu, a água e as árvores já é encantador, mas fica ainda mais espetacular por conta dos sobrevoos das aves, que fazem uma verdadeira algazarra. A lagoa (que fica em uma propriedade privada) pode ser visitada todos os dias, mas uma época consegue ser ainda mais especial: o mês de setembro, período de reprodução dos pássaros.

Lagoa Azul - Ilha Grande (RJ)

Edmar Tavares - TurisAngra

De águas claríssimas e tranquilas, a piscina natural é protegida por pequenas ilhas (Macacos, Comprida e Redonda), sendo um dos melhores locais da região para o mergulho com snorkel. Na paisagem subaquática, peixes coloridos e muitas estrelas do mar! Na alta temporada e feriados, bares flutuantes atracam por lá, garantindo petiscos e bebidas. O acesso é por barco, a partir da Vila do Abrão, em viagem de 45 minutos. Uma dica: no verão, evite o horário entre 10h e 12h, quando muitas escunas aportam ao mesmo tempo.

Lagoa Rodrigo de Freitas - Rio de Janeiro (RJ)

Riotur

Uma das grandes paixões dos cariocas, a Lagoa Rodrigo de Freitas é ponto de encontro dos moradores que lá praticam exercícios, andam de pedalinhos ou simplesmente contemplam a paisagem emoldurada por belas formações como a pedra da Gávea, o morro Dois Irmãos e o Corcovado. O pôr do sol reúne amigos, casais e famílias nos muitos quiosques espalhados pela área, que oferecem música ao vivo e especialidades de cozinhas diversas - da amazônica à chinesa. A Lagoa é cenário ainda para o treinamento de remadores, windsurfistas e esquiadores, que lá chegam bem cedinho.

Lagoa do Paraíso - Jericoacoara (CE)

Cristina Sena

Com águas cristalinas, a lagoa é ótima para um mergulho e para relaxar nas famosas redes e espreguiçadeiras dentro d'água. O serviço é oferecido pelas pousadas, bares e restaurantes que se espalham pela área e capricham também na estrutura (sombreiros de palha), nas bebidas sempre geladas e nos petiscos fresquinhos. Entre junho e outubro o cenário fica perfeito, com a lagoa bastante cheia. E entre agosto e setembro, por conta dos bons ventos, ainda tem o colorido das pipas de kite e das velas de windsurf. A lagoa fica a cerca de 30 minutos de Jeri e é acessível por bugue.

Lagoa do Cassange - Península de Maraú (BA)

Solange Rossini - Arquivo Setur

A lagoa é um dos atrativos da bela praia do Cassange, perfeita para relaxar à sombra dos coqueirais. A dica por aqui é intercalar um mergulho nas águas doces e salgadas, andar de caiaque, apreciar o visual e petiscar nas poucas barracas. A lagoa fica a 13 km da vila e a pedida é ir de quadriciclo. Aproveite para esticar o passeio até o mirante do Morro Bela Vista, que fica pertinho e oferece um pastel de siri no capricho.

Lagoa Azul - Lençóis Maranhenses (MA)

Governo do Maranhão

O passeio exige disposição: para começar, é feito de jipe por estradas de areia, com direito a travessia de balsa pelo Rio Preguiças e várias outras pequenas travessias por dentro dos rios. Quando o carro estaciona, começa a caminhada pelas dunas rumo à Lagoa Azul e suas águas cristalinas, que compensam todo o sacolejar dentro do carro. Entre abril e junho, o espelho d´água é maior e mais bonito e ainda surgem várias lagoas ao redor. Sendo possível, combine o passeio para a parta da manhã. À tarde, tome o rumo da Lagoa Bonita para ver o pôr do sol (e preparar as canelas para mais caminhadas na areia fofa!).

Lagoa Misteriosa- Bonito (MS)

Acervo Lagoa Misteriosa

Perfeita para a prática de flutuação e mergulho, a lagoa, que fica dentro de uma caverna, tem peixes coloridos e águas azuis que impressionam pela incrível transparência e visibilidade. E além de misteriosa, ela é também profunda! São mais de 220 metros de coluna d'água, o que a torna uma das mais interessantes cavernas inundadas do país. O passeio começa em uma trilha que leva ao mirante, de onde é possível contemplar toda a beleza da vegetação que cobre a lagoa. A partir dali, é preciso encarar a descida de uma escadaria de 170 degraus. Fique atento ao calendário: as atividades de flutuação e mergulho (batismo) ficam suspensas entre os meses de outubro e abril por conta da proliferação de microalgas, que reduzem a visibilidade.

Lagoa da Conceição - Florianópolis (SC)

Hélio Oliveira

Point de todas as tribos, o bairro fica no centro geográfico de Floripa e tem posição estratégica para quem deseja explorar todos os cantos da ilha. O movimento ocorre dia e noite no chamado centrinho, cheio de lojas, restaurantes, cafés e casas com música ao vivo. Aos sábados e domingos, uma feirinha reúne artesãos na Praça Bento Silvério. A Avenida das Rendeiras, que contorna a lagoa, é destino de quem gosta de se exercitar, seja correndo, pedalando ou caminhando. De um lado do calçadão, as pranchas de wind e kitesurf colorem a água. Do outro, lojas vendem rendas de bilro, bares oferecem cerveja gelada e restaurantes servem sequência de camarão.

Lagoa de Mundaú - Maceió (AL)

Simone Korkievicz

Com 600 quilômetros quadrados de superfície, a Lagoa Mundaú representa um dos maiores ecossistemas de Alagoas, além de importantes aspectos históricos, culturais, sociais e econômicos. Feito a bordo de saveiros, o passeio dura cerca de quatro horas circundando nove ilhas que reúnem pescadores e rendeiras, vegetação de restinga e manguezais, peixes e crustáceos, além de praias isoladas. As embarcações partem do bairro do Pontal da Barra, onde vivem as mais famosas rendeiras de Maceió, além de belas lojas de artesanato.

Lagoa de Araruama (RJ)

Prefeitura de Araruama

Gigantesca, a lagoa é a segunda maior do país, com 220 quilômetros quadrados de superfície. Além da imensidão do espelho d'água, a área recebe ventos fortes e constantes o ano inteiro, garantindo à cidade o título de uma das melhores raias do mundo para a prática de esportes de vela. Nas praias lacustres de Araruama, os adeptos de atividades como iatismo, windsurf e kitesurf colorem o belo cenário pontilhado por dezenas de salinas, areias brancas e vegetação rasteira. Por toda a orla, porém, os calçadões, os quiosques, os bares e as amendoeiras atraem banhistas, famílias e amigos.

+ Especiais do Brasil
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.