Arpoador - Rio de Janeiro (RJ)

É exatamente durante o verão que o entardecer se torna uma atração a mais em Ipanema. Banhistas, pedestres, ciclistas, esportistas... não tem que não dê um stop na atividade para acompanhar o espetáculo do sol se pondo no mar, ao lado do morro Dois Irmãos. A salva de palmas sob o céu rosa, laranja, amarelo e azul... é de praxe! O melhor ponto para apreciar é o Arpoador. Chegue cedo porque as pedras ficam lotadas!

Mirante do Boldró - Fernando de Noronha (PE)

No belo arquipélago, o sol se põe do lado das praias do chamado "Mar de Dentro" e sempre no entorno do morro Dois Irmãos. O point mais disputado é a praia da Conceição, por ser próxima do centro da vila. Mas imperdível mesmo é apreciá-lo do alto, do Mirante do Boldró. Chegue cedo para dar uma volta no Forte de São Pedro e também para garantir um bom lugar.

Duna do Pôr do Sol - Jericoacoara (CE)

O final de tarde é clássico em Jeri, levando turistas e nativos ao alto da duna do Pôr do Sol, no canto esquerdo da praia de Jericoacoara. Às cinco da tarde o movimento é intenso, já que por volta das cinco e meia o sol mergulha no mar. Ao longo do espetáculo, a duna de 30 metros, muda gradativamente de cores, indo do amarelo ao rosa em poucos instantes. Em julho, o entardecer mais bonito é na Pedra Furada - o sol se põe do outro lado do "furo", garantindo belas fotos.

Morro do Pai Inácio - Chapada Diamantina (BA)

Na Chapada, os encantos estão por todos os lados. Um, em especial, está no topo de um dos principais cartões-postais: o pôr do sol no Pai Inácio. A 1.120 metros de altitude, o morro descortina a mais bela vista panorâmica da região. São 360 graus de paisagem de tirar o fôlego, ainda mais ao entardecer. Aliás, por conta do calor, essa é a melhor hora para encarar a subida íngreme de 300 metros.

Porto da Barra - Búzios (RJ)

O complexo de bares, restaurantes e lojas na praia de Manguinhos é perfeito para almoçar, jantar, comprar... e curtir um pôr do sol digno de palmas! É só escolher entre as mesinhas rústicas dos quiosques ou os sofás cheios de almofadas dos bares, entre as muitas outras opções, e deixar rolar. Quer ficar na sua? Então, desça para a areia, caminhe pelo píer ou sente na mureta. De todos os ângulos, a vista é espetacular.

Ponta do Farol - Galinhos (RN)

A vila de pescadores continua como sempre foi, graças à localização estratégica: na ponta de uma península isolada por dunas móveis. E é esse cenário simples e rústico que emoldura o entardecer na Ponta do Farol. Para chegar lá, pegue uma carrocinha puxada por jegue, único meio de transporte disponível. Uma dica: vá mais cedo para mergulhar no mar de azul intenso, contornado por um farol e duas lagoinhas que só aparecem de setembro a março. Quer mais? As águas são quentinhas!

Praia do Jacaré - Cabedelo (PB)

Por aqui, o entardecer ganha a companhia de música clássica, tornando o pôr do sol na praia do Jacaré - na verdade, um rio - uma atração à parte na cidadezinha, a 28 quilômetros de João Pessoa. Enquanto os bares investem na infraestrutura sobre os deques de madeira, o saxofonista Jurandy capricha nos acordes do Bolero de Ravel. Emoção garantida!

Pontal do Atalaia - Arraial do Cabo (RJ)

O mar cristalino e os passeios de barco são os principais atrativos da cidade. Por lá, os mergulhadores fazem a festa por conta da rica vida marinha. Mas fora da água também tem muita coisa bacana para ver. A principal delas é o pôr do sol no Pontal do Atalaia, um mirante natural salpicado de pedras, a 180 metros de altitude e vista panorâmica. Romântico, o programa atrai casais o ano todo.

Rio Caraíva - Caraíva (BA)

Na rústica vila baiana de chão de areia e acesso por canoas, o entardecer mais bonito da região acontece no rio Caraíva. Para assistir de camarote, tome o rumo do Boteco do Pará, às margens do rio e com mesinhas embaixo das amendoeiras. No cardápio, especialidades mais que perfeitas para as férias na Bahia: pastel de camarão e caipifruta de caju.

Dunas do Parque Estadual - Jalapão (TO)

Pouco conhecido e selvagem, o Parque Estadual do Jalapão é afastado e de difícil acesso. No cenário, quase sempre envolto por estradas de muita terra, porém, estão recompensas como cachoeiras, poços de águas verde-esmeralda e dunas gigantescas. E é do alto dos montes de areia de cor laranja que os aventureiros se despedem do dia, conferindo toda a grandiosidade do cerrado brasileiro.

+ Especiais do Brasil
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.