Lençóis Maranhenses (MA)

O cenário "se resume" a uma imensidão de dunas branquinhas cortadas por lagoas de águas doces, ora azuis, ora verdes. Para quem visita a região por agora - entre junho e setembro - é obrigatório fazer um sobrevoo pela área. Nesse período, a paisagem consegue ficar ainda mais exuberante por conta do fim do período de chuvas. Para curtir as lagoas Azul e Bonita é bom estar com o fôlego em dia: para chegar a elas, é preciso escalar os belos montes de areia, que chegam a 40 metros de altura. Um consolo: o pôr do sol visto lá de cima é espetacular!

Florianópolis (SC)

Na concorrida praia da Joaquina, as boas ondas e os surfistas dividem as atenções com as dunas e os praticantes do sandboard, o surf na areia que reúne nativos e turistas. Por lá, rola até aluguel de prancha de madeira para os iniciantes ou curiosos. O esporte é praticado também entre as praias dos Ingleses e Santinho. Nas praias do Campeche, Armação e Pântano do Sul, os montes de areia são menores, mas também garantem charme aos cenários.

Itaúnas (ES)

Quase na divisa com a Bahia, a vilazinha conquista os turistas pelo conjunto da obra: rios, manguezais, belas praias e dunas de areia fina e branca. E ainda tem agitos nos meses de verão e nas férias de julho, que movimentam as barracas à beira-mar! Por falar em beira-mar... prepare as canelas: o acesso à praia é feito somente a pé, encarando as areias que nos anos 60 soterraram o antigo arraial. Para chegar ao paraíso é preciso padecer!

Cumbuco (CE)

Um dos principais cartões-postais do Ceará, a praia de Cumbuco reúne os fortalezenses nos fins de semana. Afinal, apenas 35 quilômetros separam a capital do pedacinho do paraíso, cercado por lagoas e dunas de areias fininhas. Uma vez por lá, a pedida é explorar os montes de areia em passeios de bugue. Para os mais corajosos, a dica é praticar o "esquibunda" - descer as dunas sentado em um pedaço de madeira. O ponto final é na água quentinha da lagoa!

Jericoacoara (CE)

Na vila onde todas as ruas - são apenas cinco! - são de areia fofa, o cartão-postal não poderia ser outro que uma gigantesca duna! E é para ela, a duna do Pôr do Sol, que todos os visitantes seguem religiosamente ao fim do dia para ver o espetáculo do sol se pondo no mar. Além de apreciar o visual lá de cima, é possível acompanhar a mudança de cores do monte de areia, que vai do amarelo ao cor de rosa em poucos minutos!

Genipabu (RN)

Os grandes atrativos são as dunas que, aliadas aos bugues, fazem de Genipabu um verdadeiro parque de diversões no meio do nada. Os passeios podem ser "com ou sem emoção", o que significa mais velocidade e manobras radicais pelas dunas móveis e fixas, vez por outra abençoadas com lagoas de águas doce. Do topo do monte de areia é possível apreciar a Lagoa de Genipabu, fazer passeios na corcova de dromedários e, claro, tirar muitas fotos!

Mangue Seco (BA)

O vilarejo espremido entre a Bahia e Sergipe ficou famoso quando virou cenário para a novela Tieta, de Jorge Amado, no fim dos anos 80. De lá para cá, pouca coisa mudou e os passeios de bugue pelas dunas continuam sendo as principais atrações. Aliás, muita cosia mudou! Por conta da força dos ventos, a paisagem muda a cada dia, cobrindo de areia os coqueirais, as casas e até as ruas! Entre um rolê e outro, vale curtir os rios de águas doces, as praias de ondas fortes e as barracas de praia que servem delícias nordestinas.

Garopaba (SC)

Na praia do Siriú, todo mundo faz a festa! Tem boas ondas, tem lagoa para pesca, tem barracas e tem dunas para a prática do sandboard. Os montes chegam a 30 metros de altura e se espalham por cerca de cinco quilômetros, fazendo da área a melhor de Santa Catarina para curtir o surf na areia. Ao fim da aventura, ainda tem as águas doces do rio Siriú para a turma voltar limpinha para casa!

Cabo Frio (RJ)

As areias da praia do Forte, no Centro, já são lindas pela cor e forma: super brancas e muito, muito finas. Mas é na praia das Dunas, a dois quilômetros do fervo, que ficam os maiores montes de areia da cidade. Além de belíssimas, são também preservadas por estarem em uma Área de Proteção Ambiental. Uma dica: evite ir sozinho, pois o cenário é vazio boa parte do dia. O mar por ali é mais forte, reunindo apenas surfistas.

Jalapão (TO)

Parece estranho a existência de dunas de 30 metros, de areias finas, em pleno cerrado brasileiro. Mas como o Jalapão é cheio de surpresas, relaxe e experimente apreciar de perto os montes de areia alaranjada, chamadas de areia de quartzo, formados pela erosão da Serra do Espírito Santo. Do topo das dunas há uma das melhores vistas panorâmicas da região, principalmente durante o pôr do sol. Ao fim do dia, a paisagem que já é linda por natureza, ganha contorno ora vermelho, ora magenta, ora azul...

+ Especiais do Brasil
+ Ideias de Viagens
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.