Rio de Janeiro (RJ)

Os fãs do Carnaval carioca podem comemorar: mais de 400 blocos estão confirmados para animar as ruas e a orla; enquanto no Sambódromo, o brilho da festa fica por conta das escolas do Grupo Especial. Se na Marquês de Sapucaí o ritmo exclusivo é o samba, nos blocos de rua o estilo é variado: uns só tocam rock; outros, música negra... E têm os que fazem do repertório uma homenagem a ídolos como Roberto Carlos (Exalta Rei), Raul Seixas (Toca Rauuuul) e Beatles (Sargento Pimenta)! Escolha seu estilo e caia na folia! É de graça!

Veja a programação do Carnaval do Rio

Salvador (BA)

O axé impera na capital baiana! E esse ano, a festa deverá ser emocionante durante os desfiles do bloco Camaleão, por conta da despedida do vocalista Bel Marques. O trio elétrico desfila no circuito Osmar - do Corredor da Vitória à Avenida Sete de Setembro, passando pela Praça do Campo Grande -, repleto de camarotes perfeitos para assistir também a artistas como Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Asa de Águia... Já o circuito Dodô toma conta das praias da Barra e da Ondina, reunindo Olodum, Timbalada, Araketu... Quem não quer gastara dinheiro com os abadás (camiseta que garante desfilar dentro dos blocos), a boa é o circuito Batatinha, no Pelourinho - mais lúdico, reúne marchinhas e fantasias!

Veja a programação do Carnaval de Salvador

Recife e Olinda (PE)

Na capital pernambucana, diversas manifestações culturais se encontram blocos afora - tem frevo, maracatu, samba, rock, reggae... Um dos epicentros da festa é o palco instalado no Marco Zero, comandado pelo músico Naná Vasconcelos. Por lá, se encontram artistas como Mundo Livre S/A, Zeca Baleiro, Lenine, Gilberto Gil, Elba Ramalho, Nação Zumbi, Alceu Valença, Sandra de Sá...E ainda tem o gigantesco Galo da Madrugada, que arrasta milhares de foliões pela praia de Boa Viagem. Já em Olinda, os ritmos típicos de Pernambuco agitam as ladeiras históricas. Quem comanda a festa são os coloridos bonecos gigantes.

Veja a programação do Carnaval de Recife
Veja a programação do Carnaval de Olinda

São Luiz do Paraitinga (SP)

Na festa da cidadezinha, samba e axé são proibidos por lei! Um decreto municipal determina que no Centro Histórico de São Luiz do Paraitinga podem soar apenas marchinhas. Isso acontece desde 1981, quando ressurgiu a festa, banida pela Igreja Católica durante 50 anos. Desde então, a cidade ficou famosa por organizar um festival de marchinhas escritas por compositores locais e influenciadas pelos grupos folclóricos e pela tradicional fanfarra, criando uma identidade ímpar ao Carnaval. No quesito fantasia, imperam as alegorias baseadas no tecido florido da "chita", colorindo ainda mais a folia de Momo!

Veja a programação do Carnaval de São Luiz do Paraitinga

Paraty (RJ)

Bonecos gigantes e coloridos se juntam aos mascarados na festa de Paraty, que acontece no Centro Histórico e também nas praias de Jabaquara, Pontal, Tarituba e Trindade. O ponto alto é o sábado de Carnaval, quando desfila o Bloco da Lama - moradores e turistas cobrem-se com a lama da Praia Jabaquara para brincar à beira-mar. As "fantasias e alegorias" remetem aos primatas e haja criatividade! Para animar a turma, a diversidade de ritmos é garantida. Tem samba, marchinhas, maracatu e, claro, a tradicional ciranda paratiense.

Veja a programação do Carnaval de Paraty

Ouro Preto (MG)

As ladeiras da cidade histórica e a Praça Tiradentes ficam lotadas durante o Carnaval. A folia é garantida pelos blocos, em especial, o Zé Pereira Clube dos Lacaios, com mais de cem anos de tradição e repleto de bonecos com mais de dois metros de altura. E ainda os shows em vários palcos montados pela cidade. Já as repúblicas de estudantes fazem festas em espaços fechados e as atrações, além das baterias, são os shows de samba, pagode, axé...

Veja a programação do Carnaval de Ouro Preto

Diamantina (MG)

Os grupos de samba tradicionais da cidade histórica, como Bartucada e a Bat Caverna, garantem a fama da folia, que atrai turmas de universitários que lotam pousadas, casas alugadas e repúblicas. Do fim de tarde à madrugada, a praça do Mercado Velho é o epicentro dos agitos com shows e muita paquera. Esse ano, os palcos da Rua da Quitanda e do Largo da Catedral, que antes tocavam axé e funk, darão lugar a coretos animados por sambas, charangas e marchinhas. Ótima ideia!

Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.