Feira de Santana (BA)

  • Praça da Igreja da Matriz - Duas Fotos em Uma Praça da Igreja da Matriz - Duas Fotos em Uma
    Enviada por PEDRO DE S CAMPOS
  • Centro Proximo a Igreja da Matriz - Feira ao Ar Livre Centro Proximo a Igreja da Matriz - Feira ao Ar Livre
    Enviada por PEDRO DE S CAMPOS
  • Observatório de Antares - Viagem em outubro Observatório de Antares - Viagem em outubro
    Enviada por Bronze
  • Observatório de Antares - Viagem em outubro Observatório de Antares - Viagem em outubro
    Enviada por Bronze
  • Observatório de Antares - Viagem em outubro Observatório de Antares - Viagem em outubro
    Enviada por Bronze
  • Observatório de Antares - Viagem em outubro Observatório de Antares - Viagem em outubro
    Enviada por Bronze
  • Restaurante da Japonesa - Macarrão ao Vivo Restaurante da Japonesa - Macarrão ao Vivo
    Enviada por Danjo
  • Av. Getulio Vargas - Caminhada do Foclore Av. Getulio Vargas - Caminhada do Foclore
    Enviada por VANIA

Porque Ir

O maior e mais antigo Carnaval fora de época do país - a micareta - acontece em Feira de Santana. A festa é realizada desde 1937, quando uma enchente obrigou a cidade a adiar a folia. 

Museu de Arte reúne obras de Di Cavalcanti, Vicente do Rêgo Monteiro e Tomie Ohtake
Desde então, o evento não para de crescer e hoje reúne mais de um milhão de pessoas, lotando os hotéis de Feira nos meses de abril ou maio. A micareta dura quatro dias, embalada por badalados blocos e trios elétricos de Salvador. 

Mas nem só de agito vive a segunda cidade mais populosa da Bahia. No quesito cultura, o Museu Regional de Arte abriga quadros de artistas modernistas como Di Cavalcanti e Vicente do Rêgo Monteiro, e contemporâneos - Tomie Ohtake -, além de uma coleção assinada por pintores ingleses das décadas de 50 e 60. Instalado em um casarão de 1916, o espaço tem a exposição alterada a cada seis meses.

A bela arquitetura das igrejas Senhor dos Passos, em estilo neo-gótico; e da Matriz de Santana (Matriz), além do Paço Maria Quitéria, destacam-se na paisagem. Na hora das compras, a dica é o Mercado de Arte, com o melhor do artesanato local. E tem ainda a "Feiraguai", apelido carinhoso do camelódromo da cidade.
Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.