Parque Nacional Marinho dos Abrolhos

  • Filhote de Atobá na Ilha Siriba Filhote de Atobá na Ilha Siriba
    Enviada por Eliane
  • Atobás-mascarados dão as boas vindas! Atobás-mascarados dão as boas vindas!
    Enviada por Danbia Costa
  • Costa das Baleias Costa das Baleias
    Enviada por Cris Castro
  • Arquipélago Arquipélago
    Enviada por ferrari
  • Arquipélago Arquipélago
    Enviada por ferrari
Por Editoria Férias Brasil
Descoberto em 1503 pelo italiano Américo Vespúcio, o arquipélago de Abrolhos foi assim batizado por conta de alertas dos navegantes portugueses no século 16: "Quando te aproximares de terra, abre os olhos". O que antes representava um perigo para as embarcações portuguesas, hoje se consolida como um dos melhores pontos para a prática de mergulho no mundo. Debaixo das águas cristalinas, onde a visibilidade chega a 20 metros de profundidade, esconde-se uma vasta fauna marinha, além de dezenas de espécies de corais. Os chamados chapeirões - em forma de cogumelo - são encontrados apenas em Abrolhos. Belíssimos,  unem-se pelo topo e formam verdadeiros labirintos.

O arquipélago fica a cerca de 70 quilômetros da costa da Bahia e é formado por cinco ilhas vulcânicas - Santa Bárbara, Sueste, Redonda, Siriba e Guarita -, além do Parcel de Abrolhos e o Recife dos Timbebas. O desembarque de visitantes é permitido somente na ilha da Siriba, com acompanhamento de monitores do Ibama. O cenário é formado por imensos paredões rochosos e alguma vegetação, onde os atobás brancos fazem seus ninhos. Nas piscinas naturais é possível nadar em meio a tartarugas, barracudas, peixes-frade, moréias, badejos, cavalos-marinhos... Entre os meses de julho e outubro, porém, as estrelas são as baleias jubarte, que chegam à região para procriar e aproveitam para apresentar um emocionante espetáculo acrobático, com muitos saltos e piruetas.

Para visitar a região, mergulhar e observar as baleias há passeios de barco com duração de um dia inteiro. Quem pretende praticar o mergulho de garrafa em diferentes pontos, o melhor é optar pelas embarcações que permitem pernoite. Na alta temporada é recomendável fazer reservas com antecedência. Já na baixa, os passeios só acontecem se houver um mínimo de dez pessoas. 
  • (73) 3297-1111

Dicas dos Viajantes

"Passeio que vale!"

Claudia Cardoso

Enviada por Claudia Cardoso

sozinho em Setembro/2014 e achou Excelente!

Fui com a empresa Horizonte Aberto. A equipe foi nota mil! Todos foram muito educados, agradáveis e nos transmitiram segurança.


O passeio de catamarã é longo, são 3 horas indo e 3 horas voltando mas nem deu pra achar ruim. A expectativa de ver as baleias deixou a todos animados. Sensação de segurança total no barco.
Em Abrolhos, na ilha Siriba, obtivemos algumas informações sobre o lugar e pudemos ver grazinas e atobás de perto.

A água é um espetáculo; transparente e verde permite a visualização dos corais e peixes mesmo para quem não sabe nadar. O uso de snorkel e máscara com auxílio de um flutuador (macarrão) permite uma experiência incrível na visualização do fundo do mar (muito raso na área de observação).

A proximidade das baleias é algo que emociona! Gigantes delicados.
Fui de carro de Prado a Caravelas, chegando ao ponto de partida antes das 7h.

Mais atrações e informações de Caravelas

Copyright 2000-2017 Férias Brasil© Todos os direitos reservados.